4 de junho de 2011

Sincrodestino - Terceiro Sutra


Terceiro Sutra – Dominando o diálogo interno.

Sat Chit Anada

O terceiro princípio descreve como tua mente cria a realidade.(...) O Mantra Sat Chit Ananda dos diz, que nossa alma é esse lugar que é espontaneidade, amor, conhecimento e felicidades absolutos; Sat significa verdade, liberdade de todas as limitações. Chit, significa conhecimento total, intuição e consciência pura. Ananda significa felicidade total, realização absoluta; Assim pois, o significado da frase é: Minha alma está livre de limitações; Minha alma é intuitiva; Minha alma está plenamente realizada.

O diálogo interno é uma de nossas características mais elementares. Quando conhecemos as pessoas tendemos a nos fixar em como estão vestidas, no carro que dirigem, no relógio que usam. Com base em todas estas pistas externas, nós formamos uma impressão do indivíduo. Mas este juízo precipitado não é mais que o resultado de uma conversação do nosso ego consigo mesmo. Esta voz julga constantemente isto e avalia aquilo. Este diálogo interno cumpre uma função importante: ao elaborar julgamentos contribui com a sobrevivência: “esta pessoa pode ser perigosa”,esta fruta pode me fazer bem”; “este pode ser um mau momento para pedir um aumento”.

Mesmo sendo útil, esta voz pode fazer com que acredite que você é ela, que os objetivos dela, são seus objetivos. Mas como temos visto, existe outro lugar em teu interior onde reside o testemunho silencioso. Este é o lugar onde estabeleces contato com o espírito, onda a mente circunscrita dá lugar a mente não circunscrita. Este é o lugar onde podes acessar através da meditação.

Diálogo interno e poder pessoal.

A sincronização com o campo de inteligência dá como resultado o equilíbrio físico e emocional; nos brinda uma força e flexibilidade que nos permitem superar desafios de qualquer natureza. Adquirimos a capacidade de transformar os desafios, de maneira que nos enriqueçam e ganhamos mais força quando superamos.

Nosso diálogo interno que nos permite este grande poder, é na realidade o diálogo do campo de inteligência consciente. Quando estamos sintonizados com a consciência universal, quando estamos sintonizados com o campo de inteligência não circunscrita, recebemos o poder que emana de sua força ilimitada. Este poder vem de dentro e quando o temos, não há nada que não podemos realizar.

Existem basicamente duas classes de poder. O primeiro é o poder agregado que provem de ter um nome famoso, ter dinheiro, ou um cargo importante. O poder agregado pode ser formidável, mas ao fim de um tempo, se esgota.

O verdadeiro poder provem do interior e seu fundamento é espiritual, não material: é permanente e não morre com nosso corpo. A identidade se utiliza do poder agregado, que provém de alguma referência externa, isto é, uma situação, um símbolo de status, uma relação, o dinheiro, etc. No poder pessoal, a identidade resulta de escutar o ser autêntico e o poder proveniente da referência interna do espírito.

Quando atuas com base na referência interna, teu sentido de “eu” não se deixa afetar por fatores externos. Esta é a fonte do poder pessoal. Quando os fatores externos deixam de influir em teu sentido de “eu”, se torna imune a críticas e a adulações. Também chegas a compreender que todos somos iguais porque estamos conectados com o mesmo fluxo de inteligência consciente. Isto significa que compreender que na vida, não estás acima nem abaixo de nada; Não tens que pedir, nem convencer a ninguém de nada, porque não tens que convencer a ti mesmo.

Mesmo que isto pareça maravilhoso, muito poucos alcançam este estado de referência interna. Com muita frequência nos perdemos ao permitir a intervenção do ego. Nossos pensamento, influenciados por fatores externos – preocupações econômicas, stress do trabalho tensão em nossas relações – terminam por entorpecer nosso desenvolvimento espiritual e nos desvia na direção oposta ao qual queremos seguir.

As melhores formas de vencer esta tendência são a meditação e a prática consciente do diálogo interno positivo. O diálogo positivo nos ajuda a avançar na direção correta e promove a sincronicidade e fomenta o desenvolvimento espiritual. (...)

Quando nos surpreendemos olhando o mundo e dizendo “não há nada para mim ali fora”, talvez deveríamos ver em nossos corações e dizer: “ Se não há nada lá fora, há algo aqui dentro?”

Devemos examinar nosso diálogo interno, para descobrir os pontos em que bloqueamos o fluxo de energia consciente, com a finalidade de identificar o ego, e colocarmos ao lado do caminho, para permitir que o fogo da alma resplandeça através de nós.

Os sábios védicos dizem que se tem o fogo na alma, este se reflete no brilho dos seus olhos. Se reflete espontâneamente na sua linguagem, e em sua linguagem corporal, nos seus movimentos. Tudo o que pensa, sente, diz e faz reflete este mesmo fogo. Qual é a sua aparência? Não existem regras absolutas, mas o espírito se reflete na expressão, no comportamento impecável que se abstém de qualquer coisa que possa considerar prejudicial.

O espírito se reflete em confiança, felicidade, bom humor, audácia, amabilidade e consideração. (...) Emanar o fogo do espírito por onde passa, cria uma atmosfera de amor, e a consciência que resplandece em seus olhos, e em cada um de seus atos. Este é o verdadeiro poder interior.

Exercício: O fogo de teus olhos.

O fogo de tua alma refletirá em teus olhos. Sempre que se olhar em um espelho, seja por um ou dois segundos, faz contato visual com tua imagem e repete em silencio os três princípios que constituem o fundamento da autonomia pessoal:

Primeiro lugar : Sou independente das opiniões boas ou más dos demais.

Segundo lugar: Não estou acima nem abaixo de nada.

Terceiro lugar: Sou valente frente a qualquer desafio.

Olhe seus olhos no espelho e observe como refletem estas atitudes. Só em seus olhos, não em tua expressão facial. Busque o brilho de seus olhos para recordar o fogo de tua alma.

Deepak Chopra em Sincrodestino

[Para acessar o resumo dos demais Sincrodestinos clique aqui]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails