31 de dezembro de 2009

31 / 12 / 2009


Hoje queria falar de PAZ...

Com letras maiúsculas mesmo.
Aquela que existe incondicionalmente em nosso Ser.
Inabalável.
Sempre a mesma. Límpida, cristalina...
Essa Paz que é fruto de muitas batalhas, de muitos conflitos, muitos esvaziamentos, mas que quando alcançada...estamos em casa...
O Mundo é nossa casa. Tudo é apenas um reflexo dessa Paz...
O mundo pede paz, implora por paz, deseja paz uns aos outros...isso é lindo!!
Evocar a paz uns nos outros é uma luz, um farol que aponta para nossa essência sempre pacífica...
Paz significa viver no coração.
Coração é único.
Ama e vive, só isso.
Paz é ir além das dualidades, além dos conflitos, além dos diferentes, além de tudo que "aparentemente" não está conectado....
Paz é SER conectado com TUDO E TODOS.
Ser familia cósmica.
Ser amante da vida.
Ser amante do instante.
Ser amante do sopro.
Ser amante do AMOR...

PAZ e AMOR são duas faces da mesma moeda. Um não existe sem o outro...
Quando a Paz e o Amor se manifestam em nós, toda a criação recebe essa luz....
A conexão é tal que toda a humanidade recebe essa energia divina e celebra....mesmo sem saber.

É assim que desejo um Feliz Ano Novo ao Mundo....
Sendo PAZ,
Sendo AMOR,
Sendo Sabedoria,
Sendo Compaixão...
Nesse meu pequeno eu, celebro o infinito EU SOU...

"Quando fecho meus olhos,
Sou Nada,
Isso é Sabedoria....
Quando abro meus olhos,
Sou Tudo,
Isso é Compaixão...
O grande caminho não é difícil para os que não tem preferências..."
(Texto do terceiro patriarca Budista Chan)
Feliz ANO NOVO ao mundo !!
AMOR e PAZ a cada um dos corações...
Lilian

30 de dezembro de 2009

Mestres...


Hoje queria refletir sobre a grandeza e a importância dos Mestres em nossas vidas...
Em geral nossos pais, são os primeiros, e como vamos crescendo em tamanho e em consciência, eles tem uma influência enorme em nossas vidas.
Mas é na caminhada da vida que outros mestres vão aparecendo, e nos sentimos inclinados nesta ou naquela direção. A influência dos professores, dos mestres da nossa religião, amigos, enfim todos vão se somando e vamos descobrindo falas, textos, encontros que vão marcando nossa alma...para sempre.
Os verdadeiros mestres nos apontam o caminho...mas também colocam em nossas mãos a responsabilidade e a capacidade pelo caminhar evolutivo...
Nós muitas vezes desacreditamos de nossa grandeza, e nos espelhamos neles, acreditando que só eles conseguem, só eles são capazes...não eu.
É aí que reconhecemos os verdadeiros mestres, pois eles não são donos da verdade, eles são a própria verdade, em pessoa....seus atos, palavras, pensamentos, não só expressam fielmente a luz da verdade, como também nos mostram que TODOS são capazes de alcançar essa mesma luz, que não pertence a ninguém, pois já está Viva e presente em TODOS.
Basta deixá-la se manifestar...
Quando falamos de Jesus, Maria, Buda, Krishna, Rama, Lao Tsé, São Francisco de Assis, Mestre Eckardt, Mahatma Gandhi, Madre Tereza, Mikao Usui, São Paulo, Padre Pio, Dalai Lama, Jean-Yves Leloup, Thomas Merton, Yogananda, Sri Yukteswar, Sai Baba, Osho, Chico Xavier, Prof. Hermógenes, Johnny De Carli, Bezerra de Menezes, Irmã Dulce, Nisargadatta Maharaj, Ramana Maharshi, Sri Ramakrisna, Satyaprem, Monja Coen, Leonardo Boff, Deepak Chopra, Anselm Grün, Mooji, Nirav Kanan, Sambodh Naseeb, Papaji, Gangaji, e tantos outros...Através deles, deparamos com nossa natureza mais sublime, mais profunda e mais simples...nossa essência divina, cristalina, inteira e manifesta...
Diferentes rostos, diferentes épocas, diferentes culturas e tradições, mas a mesma PRESENÇA, a mesma UNICIDADE, a mesma LUZ...
Tudo e todos de certa maneira se tornam nossos mestres ao longo da vida...
Muitas vezes pessoas simples, sem qualquer instrução acadêmica, são as mais sábias. Elas possuem um olhar claro sobre certos aspectos da vida, simples, mas que falam na alma da gente...diretamente.
Os Mestres existem, existiram e sempre existirão para iluminar nosso caminho, apontar a única direção real, a direção da Unicidade do AMOR...
Agradeço de coração a todos os Mestres e também todos que cruzando nossas vidas, se fazem mestres de alguma maneira, pois a própria Vida é a maior mestra que existe... é o próprio Deus que nos mostra todas as lições, ensinamentos e aprendizados que já estamos prontos para aprender e manifestar...
Amor
Lilian

29 de dezembro de 2009

TAO



" Só é inteiro aquele que não tem inimigos nem amigos, aquele que não escolheu, que não tem inclinação nem por uma coisa nem por outra; aquele que simplesmente se move momento a momento com uma consciência sem escolha e o que quer que a vida traga, ele permite.

Ele flui, não fica a nadar; ele não é um lutador, ele é um deixar-acontecer...Se você puder compreender isso, então você será capaz de compreender o que Jesus quis dizer: "

É impossível para um homem moNegritontar dois cavalos e esticar dois arcos; é impossível para um servo servir a dois senhores, caso contrário, ele honrará um e ofenderá o outro".
Osho em O Livro dos Segredos

Como é praticamente impossível, se viver no mundo sem fazer escolhas....
Estamos acostumados desde pequenos a escolher, tomar partido, julgar... e com isso passamos a ter a sensação de uma eterna tensão no ar...é como se sempre estivessemos perdendo algo...não só aquilo que deixamos de escolher, mas perdendo a nossa paz !!

O mundo nos exige escolhas todo o tempo. Nossa mente trabalha e sempre analisa o certo-errado, bom-mal, isso-aquilo enfim... um esforço constante para fazer a melhor escolha, os ganhos e perdas envolvidos...isso gera tensões...musculares, psicológicas, enfim...
Quando escolhemos algo, acabamos por perder de vista a inteireza do instante...até mesmo a inteireza do ato de escolher...

Não devemos negar nada em nossa vida, tudo faz parte....vivemos na dimensão relativa, o alto existe por causa do baixo, o quente do frio, o longe e o perto....enfim

Escolher é reprimir a outra parte, é gerar tensões...
Esse trecho do livro A Semente de mostarda do Osho, vem nos mostrar a grandeza do homem livre...livre do que o aprisiona, livre das escolhas, livre da posse, da não-posse, livre do mundo da matéria, livre do mundo espiritual, livre da mente...livre....ser simplesmente...

O que parecia impossível, ou seja, vivermos nesse mundo com todas as escolhas mentais nos requisitando todo o tempo, se torna possível...somente quando escolhemos não escolher !!

Pareçe um paradoxo, mas quando tomamos a consciência de que existe algo em nós que está além das escolhas, que observa e vive cada momento, inclusive as escolhas, um EU- consciência que simplesmente vive...entramos na dimensão do TAO.

Meditação é isso, simplesmente Ser...fluindo pela vida, sem esforço...daí que nessa fluidez essencial emerge naturalmente o estado de Graça.

"O estado de graça não é algo a ser alcançado. Você somente tem que criar a capacidade. Quando não se está mais em estado de angústia, o estado de Graça aconteçe." Osho.
A Graça aconteçe aqueles que não vivem no esforço...
O TAO é isso..
Ir além do Yin e do Yang... Entrar no círculo "invisível"que os contém....
O TAO é isso...
Fluir com a VIDA...simples fácil, natural ....
Caminhando pela vida, degustando cada momento,
Simplesmente desfrutando o seu próprio SER...
Amor
Lilian

28 de dezembro de 2009

Contemplação...


Nesses dias de esplendor colorido, sol, mar, crianças brincando, músicas....enfim, cantos da vida, percebi o quão grandiosa é a contemplação...pura e simplesmente contemplar...
SER COM...
Uma presença, um olhar que vagueia e não analisa, nem julga, um olhar vazio de pensamentos, mas pleno de luz, de amor, e de sentido, um olhar que se torna a própria paisagem que vê...
Mestre Eckhart, místico católico do século XII, dizia: " O olho pelo qual eu vejo Deus, é o olho pelo qual Deus me vê".
Isso me fez refletir sobre a unicidade entre Eu e Deus.
Afinal de contas, Deus admira sua obra pelos nossos olhos.
Deus contempla sua arte viva, pelos nossos olhos.
Deus ama sua criação pelos nossos corações...uma só voz, uma só melodia divina se fazendo e sendo admirada através de cada um de nós...
Contemplar é se fazer Um com a paisagem, é não haver mais distância entre o sujeito e o objeto...aliás quem é sujeito, quem é o objeto?
Se tudo é presença, consciência, Deus é tudo em todos, a diferenciação é meramente simbólica, não é real...se torna desnecessária até, quando somos Um com a Vida, somos Um com o Todo, somos Um com o divino que É...
Amor
Lilian

27 de dezembro de 2009

Amigos...


Amigos a gente não faz, reconhece...

Essa frase do poetinha Vinicius é mesmo perfeita...
Falar de amigos é falar de reconhecer-se no outro. Encontrar-se em uma forma diferente, mas tão próxima, que identificamos como nós mesmos...
Temos aqueles amigos da brincadeira, da zoação, da bagunça, da tagarelice...são divertidos, trazem a criança para fora, e ela brinca, fala bobagem, ri da vida e se delicia com tão pouco, que o clima fica de jardim de infância...recreio...festa de aniversário rsrsrs!! Uma delicia esses amigos, são preciosos por sua simplicidade...aqui - seriedade jamais !!

Temos aqueles amigos "cabeça", papos sérios, profundos, altas filosofias, vamos longe nas conjecturas da vida, e do além...Muitos planejamentos, discussões sérias, que nos fazem realmente pensar, pensar e pensar...rsrsr. Muitos papos cabeça, mas que sempre terminam com um sorriso, um "deixa prá lá", ou quando muito, "é vamos vêr.." e fica por isso mesmo rrsrs Esses também me fazem rir...coisa que precisa ser bem cuidada, para não rir na hora imprópria e isso poderia levar a maissss discussões e novos pontos de vista... aqui -brincadeira nunca ou quase nunca !!

Temos aqueles amigos da alma.... ah esses são os melhores...
Com esses o silêncio e a fala se confundem, não existem regras, nem normas, nem nada...ora somos crianças brincando, ora o papo fica sério, mas isso não é regra...bom mesmo é quando um enxerga a alma do outro, ou quando fala de si, sinto que fala de mim e vice-versa....esse é o brilho dessa amizade....
O tempo não existe, o espaço tão pouco, as formas, as formatações, deixam de ter qualquer importância, estamos na instância da alma...só existe o amor, e a cumplicidade...a fala e o silêncio, a contemplação e a poesia, a admiração e a adoração....o olhar que flutua perante a existência, e no mesmo momento se aprofunda em algum ensinamento milenar que faz um eco na nossa essência mais profunda, um vôo duplo....enfim tudo isso é o amigo da alma... e eu diria muito mais...
Aqui não existem cobranças, posturas, compromissos...só o encontro basta...nem mesmo a distância é impecilho, nada na verdade é impecilho, pois com os amigos da alma não existem impecilhos, estamos na dimensão etéria, onde perfume, amor, cumplicidade e a admiração são constantes, estamos diante do mesmo clima, da mesma paisagem...

Obrigada a todos os amigos (as)!! Vocês são absolutamente preciosos e a amizade de vocês me remete a essência, consciência, amor, infinitude e paz.
Unidade na diferença...
Diferença que é única...

Sou tudo isso em cada um,
Sou nada disso e além...
Amor
Lilian

26 de dezembro de 2009

Benção...


Hoje queria começar com uma frase do Osho que é muito linda....

"Aos poucos você mergulha cada vez mais no além, torna-se luminoso, extático, conhece a bênção, a beatitude.
Agora não há mais trabalho; você começa a cantar, dançar e a gozar.
Os dias de sadhana terminaram, você não tem mais nada a realizar.
Deus tomou posse de seu coração, agora é com ele.
Você pode confiar e deixar tudo com ele.
Pode relaxar-se totalmente.
É isso o que significa deixar acontecer.
Não é que a jornada tenha terminado, mas o viajante desapareceu.
Agora não existe mais a pessoa que viaja, mas a viagem continua...
E agora há uma beleza, pois não há esforço".

O que é esforço ?
Viajante ?
Sadhana ?

Benção é graça, graça é gratuidade, gratuidade é sem pagamento....
Deus é gratuito...é para todos!!
Isso é Graça plena...
Só por você existir, significa que Deus existe na aparência do seu rosto, vive experiências através de você....sem cobrar NADA em troca...
Simplesmente por Te amar....Ele se faz em você...AMANDO, AMANDO, AMANDO...Sempre...
Medite sobre isso...
Amor
Lilian

25 de dezembro de 2009

Aquilo que nos limita...



Estou de féria no paraíso "in blue", amando, e me deliciando com a vida, e o viver....tanto infinito dentro e fora, me fizeram refletir sobre a limitação que teima em nos acompanhar...
Me veio a reflexão sobre a mente......aquilo que nos limita, pelo menos, acreditamos nisso...
Nossa mente, nossos pensamentos, sempre estão a nossa volta, girando, rodando, correndo sem fim....como um rio que corre...
Multiplos fatos, infinitos conceitos que se concatenam uns com os outros...uma inifinitude que nos toma por completo...desde que acordamos até a hora que dormimos profundamente....
Essa é a nossa mente...
Ela é divina na sua natureza essencial....é ela que cria tudo que criamos, planeja, constrói, faz e aconteçe...
Mas ela em si não é problema, é graça, é benção !
Ela só se torna um "problema" quando começa a mandar demais, e nós passamos a acreditar que nós "só" somos ela....esse é o início do problema.
Somos muito mais que ela, na verdade ela está a nosso serviço. Uma ferramenta maravilhosa, mas ainda assim, uma ferramenta.
O artista é sempre maior que sua ferramenta...
O EU SOU, nossa natureza essecial, divina, absoluta, observa os pensamentos virem e irem, mas não se envolve com nenhum deles, pois É o observador dos pensamentos. o EU permaneçe, o EU é o artista de toda obra criativa, usando da mente para criar e se expressar como deseja.....ilimitado!!
Viver na essência significa possuir uma mente, possuir um corpo, possuir emoções, mas a identificação não se dá com nenhum deles, pois SOMOS MAIS...somos o sujeito, todos esses são objetos, ferramentas úteis é verdade, mas ainda assim ferramentas do EU SOU.
Descobrir-se observador é um dos grandes "ganhos" da meditação. Saimos da "mistura" de emoções, pensamentos, memórias, planejamentos, etc.. e nos percebemos simplesmente aquele que É.
Tudo que pode ser dividido fragmentado, é considerado objeto....só o indivisível, o UM é o sujeito.
Pensar é uma benção. Emocionar-se é uma benção. Amar é uma benção. Viver é uma benção.
Ser COM a mente, Ser COM emoção, SER COM, esse é o truque !!!
Tudo é uma benção, mas nada disso sequer toca nossa natureza essencial....essa continua cristalina e pura, intocável, única, indivisível...
É ela que se manifesta em você agora !!
Medite sobre isso, deixe apenas fluir...
Amor
Lilian

24 de dezembro de 2009

FELIZ NATAL!!



Hoje é NATAL...festa de luz...
Nascimento do Cristo no meio de nós...e o Verbo se fez carne e habitou entre nós...
Jesus Cristo veio a nós, em nossa dimensão e demonstrou com sua própria vida a grandeza de cada pessoa, da mais simples a mais importante, somos todos filhos de Deus, amados na mais profunda essência, cuidados e queridos simplesmente por existirmos...isso é lindo demais!!
Jesus nasce simples, pequenino, e entregue a vontade do Pai.
Nos mostra um Deus tão amoroso, cuidadoso, presente, e que não tem predileções, ou que se ofende com nossos atos...um Deus que é Pai, que ama, que sorri e que deseja que todos tenham vida e vida em abundância...isso é alegria, beleza, amor.
Nossa passagem por esse plano da existência é mesmo aventura, um filme, mas nossa essência divina permaneçe intocada....sempre presente.
Jesus nasce, vive e sua missão nos revela a Sua grandeza, mas também a nossa.
Somos todos, filhos de Deus....
O Reino de Deus é para todos....
Vivamos o Reino, onde o amor é a oração mais poderosa, e o próprio Cristo nos mostra a grandeza do amor...

Feliz Natal a todos...
Muito amor nos corações,
Paz na mente,
Alegria sempre...
Amor
Lilian


23 de dezembro de 2009

O branco do Amor...

Hoje véspera de Natal, tempo de confraternização, de troca de presentes, amizades, enfim, final de um ano, final de mais um ciclo da terra em torno do sol...resolvi falar de amor...
Uma vez li em algum lugar sobre o sentimento do amor, que assim como a cor branca, não é um sentimento isolado, diferente dos outros, mas a união de todos os outros sentimentos...o branco e o amor.

A luz é branca por natureza. Branco luminoso....radiante.
O prisma, cria uma barreira e a divide em 7 cores do espectro, ou as cores que vemos no arco-íris.Da mesma forma, o amor, os antigos diziam que só aconteçe o verdadeiro amor, em um coração que foi lavrado, que sofreu conflitos, raivas, tristezas, paixões, decepcões, amarguras, mas também alegrias e esperaças enfim...viveu intensamente. Foi as últimas consequências do ser, mergulhou fundo em si mesmo, e se despiu de tudo que não era importante...despojamento voluntário, se desfez de todas as barreiras...


Esse coração vive o amor verdadeiro, não o amor morno, repleto de fantasmas e de condicionamentos, mas o amor cristalino e livre, aquele dos poetas e dos músicos, que fala em verso e prosa, e que alcança a alma da gente.

O branco do amor é isso...uma sintonia divina.
Nem mais nem menos.
Uma paz que vem de muitas guerras internas, (onde somente deveriam existir guerras), pois somente dentro é que, se encararmos realmente nossas guerras até as últimas consequências, certamente sairemos vitoriosos....sairemos nós mesmos, nada mais.
Feliz Natal a todos...
Muita paz, e muito amor a todos (as)...
Namastê
Amor
Lilian

22 de dezembro de 2009

O Surfista é a Onda...


Hoje eu acordei com a sensação de que o impulso para a vida é muito maior do que imaginamos...
Estou lendo o livro "A semente de mostarda" do Osho, e confesso tem me iluminado muito certas colocações dele. Além de ser uma pessoa lúcida, ele tem a magnitude dos mestres acordados...vêem o óbvio, e o traduzem aqueles que ainda dormem..
Além de ser baseado no Evangelho de Tomé (apócrifo) o livro é repleto de estórias, passagens interessantes e muitas vezes engraçadíssimas, como só o Osho sabe contar.
Ele nos fala da ovelha perdida, daquela que se desviou do rebanho e o pastor deixa as 99 e vai em busca daquela que se "rebelou" segundo ele.
Isso me fez refletir sobre como somos "normóticos" como dizia Pierre Weil, e quanto a sociedade nos condiciona, colocando uma verdadeira armadura em nossa expressão genuína, para que ela ( a sociedade) possa funcionar e existir.
Isso é polêmico ao extremo, e nem quero entrar nessas veredas, mas me chamou a atenção foi o quanto é viva em nós a essência divina, ampla e livre, que nos faz mesmo sendo condicionados, amarrados, diminuidos ( isso claro em graus variáveis de pessoa a pessoa ) mas mesmo assim, ainda ao menor sinal de luz, de radiância que evoca aqui fora, parece que faz um eco com o nosso profundo na hora, e causa alguma mudança....
Podem ser pequenas marolas, mas podem ser também verdadeiras tsunamis...e daí que nada mais será o mesmo, saimos da acomodação e ficamos "deslocados" !! Essa é a idéia!! Sairmos do mundo "normótico", dos mortos-vivos...
Ser "lugar comum" nesse mundo não significa estar vivo...viver se supõe degustar, sentir-se vivo, amar e ser Um com a vida...uma boa imagem é a do surfista e a onda.
Ele espera e pensa, analisa a onda, o tempo da remada etc..mas só enquanto ele ainda não pegou a onda...sua mente pensa, e pensa, e espera...mas quando vem a onda e ele a onda são um só corpo, ele não pensa em mais nada, a mente está vazia, mas o coração cheio de alegria, radiância e vida... ele é o mar, o movimento e isso é o objetivo do surf... a busca acaba na hora, ele encontrou...
Da mesma forma, se ficamos sempre na mente, analisando a vida, refletindo, ponderando prós e contras, isso e aquilo, não estamos vivendo, estamos á margem, estamos em stand by!!
Quando ousamos sair da acomodação, ou algo nos causa um atrito, um desconforto interno, é a deixa que o Cósmos nos dá de que é hora de mudar, e partir para a experimentação, para o sentir-se vivo, o sair da mente, e cair na vibração do viver...
Isso mostra que por mais que nós não queiramos, o impulso para a vida é mais forte que qualquer acomodação...
Não aos normóticos, não a estagnação...
Deixem-se levar pela onda da vida...
Amor
Namastê
Lilian

21 de dezembro de 2009

Primeiro Post..


Sejam todos (as ) bem vindos (as)!!
Esse não é um começo, é apenas a continuação de uma caminhada eterna, muito antiga, diria mesmo de séculos, milênios de busca...
A distância mais longa que podemos percorrer é aquela entre a mente e o nosso coração...
É justamente nesse caminho que toda "alquimia" acontece.

Sejamos francos, verdadeiros, viver nesse mundo muitas vezes é pesado e difícil. Olhamos a nossa volta e não encontramos um porto seguro, uma âncora, um sentido.
Tudo parece absolutamente caótico, e muitas vezes acreditamos que somos os únicos a observar esse caos...
Mas lembre-se, essa não é toda verdade...

A multiplicidade de fatos, movimentos, ações, sons, cores, formas etc...onde tudo se move, se mistura, é apenas uma parte do "show" da existência.
O quadro da realidade é muito mais amplo que possamos alcançar com nossa mente limitada.
Por mais que sonhemos, imaginemos, a realidade sempre nos surpreende, não é mesmo?

Voltemos a nossa mente para o mais amplo...veremos que o Todo não só é maior que a soma das partes, como o Todo está literalmente inteiro em cada uma das partes...

Reflitam sobre isso..
Alçamos nosso vôo...
Amor
Lilian
Related Posts with Thumbnails