27 de junho de 2011

Intensidade no momento presente...



"Para alcançar o estado de iluminação, como se ele fosse algo que você pudesse acrescentar a si mesmo, ou algo que irá subitamente num ser miraculoso - o que você já é - mas o que você quer saber é se ele virá no futuro.

Iluminação - vamos chamá-la de "estado-sem-ego" não pode ser obtido no futuro ou no tempo.
Mas é somente olhando-o agora, pois o estado-sem-ego está aqui, agora.
O estado que você quer alcançar é um conceito mental que duela com o ser. Você nunca pode alcançá-lo porque é um conceito abstrato de quem eu quero ser. Não percebemos que você já é ele agora. Então o estado-sem-ego nada tem a ver com o futuro. Você não pode torná-lo uma meta. Quer você o chame de estado-sem-ego ou de iluminação, você não pode torná-lo uma meta. Meta implica futuro.

Porque o verdadeiro ponto de entrada para o estado-sem-ego ou de iluminação é o momento presente. Se você torná-lo uma meta que quer alcançar, você perde o ponto de entrada. E você está olhando o futuro, porque a meta implica em futuro.

Esse é o dilema de todo o buscador espiritual, porque eles ouvem palestras espirituais que dizem: há tal coisa como um estado-sem-ego, uma iluminação, e eu talvez possa obtê-lo também. E imediatamente o torna uma meta, projeta-o adiante, e ele se torna mente. Uma imagem mental de quem eu quero ser no futuro. E não percebe que a própria busca para realizar essa imagem, os impede de sê-lo agora. Porque o ponto de entrada está aqui, somente nesse momento.

O ego só pode ser transcendido acessando o poder do momento presente - nenhum outro modo. A iluminação está somente no poder do momento presente, em nenhum outro lugar.
Então somente os seres humanos que desistirem da busca percebem que ele já está aqui.

Portanto você tem que, de um modo ou de outro, ou porque você está totalmente frustrado com a busca espiritual, ou porque subitamente viu a verdade disso e desiste da busca, pois ela é futuro.

Basicamente há dois ensinamentos espirituais conflitantes: Um que se parece com o que eu disse - mas não é bem isso, e diz que não há nada que você possa fazer, portanto fique totalmente relaxado porque você não pode realizá-lo. Não existe nada absolutamente que você possa fazer sobre isso. Portanto deixe isso prá lá, dizem alguns mestres, e simplesmente divirta-se. O outro ensinamento diz que se você não quiser a iluminação tão intensamente quanto um afogado quer ar, não alcançará.

O que eu disse se parece mais com o outro que diz que você não pode torná-lo em algo para querer ou pegar. Mas realmente a verdade está em trazer os dois juntos. Mas como se pode juntar um que diz que não há nada que você possa fazer, com o outro que requer uma intensidade?
Você os coloca juntos e a própria intensidade que é erradamente interpretada como uma intensidade que direciona você para uma meta no futuro, tornando-a uma intensidade que o direciona para o momento presente.

É uma intensidade não comprometida, é somente esse momento. Então há uma intensidade aí que não o direciona para o futuro, mas o leva mais profundamente nisso.
Não há nada que você possa fazer, é verdade, no sentido em que fazer requer futuro e tempo o que não o ajuda. E sem dúvida se ficar alinhado com o momento presente não é realmente um "fazer". Neste sentido não há o que você possa fazer, mas pode permitir ao momento presente ser, e ir mais fundo nele - é uma questão de como se usa a linguagem- então nesse sentido eles estão certos, não há nada que você possa fazer, e os outros também estão certos, a intensidade é requerida, a intensidade com que você abraça o Agora.

Portanto não é um estado futuro, vir a tornar-se algo que você não é agora. E então você pode ter ouvido alguns mestres dizerem: "Você já é iluminado". E isso em termos profundos é verdade. Todo ser humano já é completo no profundo. No nível da forma talvez tenha ainda que fazer várias coisas: aprender ou experimentar várias coisas...mas na profundidade de quem você é, sua identidade essencial já é totalmente completa. Essa não necessita de mais tempos ou coisas a serem somada a quem você é em essência, e é isso que importa.Nesse sentido o futuro somente pode impedi-lo de ser isso., achar isso e ser isso agora.

Portanto para algumas pessoas é difícil se libertar dessa idéia, porque não passa de uma idéia na cabeça, de ter que conseguir algo, torna-se algo. Mas isso não é realmente verdadeiro. A verdade é que você já é isso, precisa apenas realizá-lo. Que você já é plenamente você mesmo. Você já é plenamente você mesmo. Você não precisa mais tempo ou mais nada para ser o que você já é agora.
Você já é eterno, divino, atemporal em sua essência. Tudo o mais está no nível da forma. E é uma dança, um jogo, uma brincadeira de formas, então algumas vezes se ganha, e outras se perde...você pode jogar...

Mas quando se trata da busca espiritual, a intensidade é importante sim, mas intensidade que o direciona para o Agora. Não a intensidade que quer realizar um estado imaginário no futuro em "se tornar iluminado lá".. mas em realizar com profundidade, intensidade algo que já se é aqui, agora."
Eckhart Tolle em Satsang

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails