31 de julho de 2011

Perfume da alma...



O perfume era de uma fragrância inesquecível.
Tinha o aroma do lótus purpura,
E a delicadeza do jasmim.
Era fresco como a brisa da manhã,
Embalado pelo doce e sempre alegre
Canto dos bem-te-vis...

O céu era claro,
As ondas calmas
E o perfume perpassava pelas ruas e alamedas
Livremente...

Todos ali sentiam algo delicioso no ar,
Era impossível não ficar inebriado nesse clima,
Nem deixar de sentir na alma esse frescor...
Profundamente...

Suspiros,
Lágrimas,
Sorrisos,
Sentimentos leves e olhares se misturavam ali.
Os passos retardavam,
O coração batia mais forte,
E o mesmo sentimento de buscar aquilo,
Tentar entender o que se passava naquele lugar,
Que era diferente dos outros lugares,
Mas olhando assim, nada de diferente se encontrava,
Só dentro, algo radiante acontecia...
Verdadeiramente...

O perfume continuava,
O encantamento...também...
O tempo havia parado,
O sol se tornou poente,
A lua se pôs a nascer,
E logo logo, o céu estava qualhado de estrelas,
Uma mais brilhante que a outra...

Os passos se tornaram escassos,
As vozes se tornaram silêncio,
Os pássaros foram dormir em seus ninhos...
O perfume continuou ali...
Simplesmente soprando junto com a brisa da noite,
Acalentando invisível os sonhos daqueles que dormiam tranquilos...

O perfume continuou ali,
Calmamente...
Amorosamente...
O perfume continuou ali,
Indefinidamente...
~Lilian

2 comentários:

Related Posts with Thumbnails