12 de julho de 2011

Criando distância...


"Crie uma distância entre você e sua personalidade. Todos os seus problemas estão relacionados com sua personalidade, ao ego, e não com você. Você não tem problemas, ninguém realmente tem problemas. Todos os problemas pertencem à personalidade.

Isto é o que você deve fazer: sempre que você sentir ansiedade, lembre-se de que ela pertence à personalidade. Você sente uma tensão, lembre-se de que ela pertence à personalidade. Você é o observador, a testemunha. Crie uma distância, e nada mais deve ser feito.

Uma vez que haja a distância, repentinamente você perceberá a ansiedade desaparecendo. Quando a distância for perdida, quando você ficar de novo fechado, de novo a ansiedade surgirá. Ansiedade é identificar-se com os problemas da personalidade. E relaxamento é não se envolver, permanecer não identificado com os problemas da personalidade.

Assim, por um mês, observe. Aconteça o que acontecer, permaneça distante. Por exemplo, você tem uma dor de cabeça. Tente ficar distante e observe a dor de cabeça. Ela está acontecendo em algum lugar no mecanismo do corpo.

Você está indiferente, um observador sobre a colina, distante, e ela está acontecendo a quilômetros de distância. Crie uma distância, crie um espaço entre você e a dor de cabeça e continue a aumentar cada vez mais o espaço.

Chegará um ponto em que você subitamente perceberá que a dor de cabeça está desaparecendo na distância."
Osho em Todos os Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails