14 de janeiro de 2011

Solidariedade...


Certa vez, li um texto que dizia mais ou menos assim:
Se encontrar pelo caminho, uma lebre faminta, e você compadecido, lhe oferecer o melhor filé, mais tenro e apetitoso, você não o estará ajudando. Pelo contrário, a lebre morrerá de fome
Se encontrar pelo caminho, um cão faminto, e você compadecido, lhe oferecer o melhor alface, mais tenro e apetitoso, você não o estará ajudando. Pelo contrário, o cão morrerá de fome.

A solidariedade nasce nos corações, espontâneamente, é verdade.
Não é algo acontece com segundas intenções, se for é falsa.

A verdadeira solidariedade é natural, como respirar.
E acontece todo o tempo, em qualquer situação, nas mínimas coisas.
Quando estamos conscientes no aqui-agora, é natural percebermos instantes em que um gesto, uma palavra, ou uma ação concreta, ou até mesmo o silencio apenas, é o que a situação nos pede.

Quando a consciência e o coração estão juntos, falando a mesma língua, fica fácil se perceber, e sentir o que a situação REALMENTE nos pede.

Este pequeno texto que coloquei no inicio, da lebre e do cão, mostra claramente o que se passa quando estamos não no momento presente, não naquele que precisa de ajuda, mas nas projeções da nossa mente.
Ali aparecem duas situações: Alimentar uma lebre com carne, é não alimentá-la; alimentar um cão com alface, é não alimentá-lo.
É mais uma projeção de quem "ajuda", e não da consciência atenta, e cuidadosa, com aquele que pede ajuda, o que realmente ele precisa naquele momento.

A vida é múltipla, infinitas faces, infinitas nuances e paisagens, que também mudam o tempo todo.
E muitas vezes, a concretude, a coisa real, é que é necessária, é que é importante naquele momento, não algo subjetivo.
Quando se trata do corpo, da fome, do abrigo, estamos na dimensão da concretude, da matéria mesmo. Ajuda real, trabalho, força, ação.

Por isso, cada vez mais vejo que a consciência afetiva faz toda diferença.
Não se trata de ajudar naquilo que eu acho que será bom...mas ajudar naquilo que realmente a situação pede, realmente a pessoa necessita.
Isso é amar.
Isso é ajudar, partilhar de si de verdade.
Solidariedade também passa pela consciência.
Solidariedade também é amor em ação.
Amor
Lilian

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails