11 de março de 2010

Imagine...


Imagine um dia, você acorda de manhã, se senta na cama, esfrega seus olhos, e ao abri-los se dá conta que tudo a sua volta tem o brilho da divindade....o mesmo quarto, a mesma cortina, a mesma mesinha, o mesmo armário, o mesmo tapete, tudo o mesmo, e tudo absolutamente novo, divino, manifestação divina por todos os lados...e você ali, percebendo tudo isso....

Quando você vai ao banheiro, e se olha no espelho, o seu próprio rosto, ainda é o mesmo de antes e já não é mais, é divina manifestação também...escova seus dentes, toma seu banho...a água do chuveiro é divina, cai sobre seu corpo divino e lhe trás a sensação de um carinho feito pelas próprias mãos de Deus...água divina...

Você toma seu café, e ele não tem mais o mesmo gosto, é pleno de divindade, seu pão é outro sabor...o rosto e a voz da sua esposa (marido), seus filhos....tudo irradia uma aura de beleza, de presença...e você inclusive é também essa manifestação luminosa....

Pega seu carro, pega trânsito...ouve suas músicas preferidas...e tudo absolutamente TUDO agora é simplesmente Deus manifesto, Deus VIVO, Deus isso, Deus aquilo....Deus tudo enfim...

No trabalho a mesma coisa, sua mesa, seus colegas de trabalho, tudo irradia uma alegria tão simples e natural, tudo é tão perfeito que nada, absolutamente nada deve ser mudado, tudo absolutamente perfeito como deve ser ou estar....

Quando você se dá conta de que só Deus É, e que nós estamos totalmente mergulhados na Sua manifestação, nada digo, absolutamente nada pode te abalar ou incomodar....pois você mesmo tem no mais profundo do seu Ser a infinita confiança de que TUDO É Deus manifesto, Tudo é PERFEIÇÃO...

Você percebe que todos os rostos, todas as coisas, todos os lugares...tudo enfim, inclusive seus pensamentos, palavras, tudo mesmo...passa a ser absoluta manifestação divina....TUDO É DEUS.
Se você sorri, Deus sorri, se você chora, Deus chora em você, se você se encanta...é o próprio Deus se encantando em você...

Não existem mais eu e você, não existe mais isso ou aquilo, não existem mais diferenças, nem esse lugar ou aquele, agora ou depois, certo ou errado, bom e mal, luz e sombra, vida e morte...
Deus É TUDO....amorosamente TUDO... simplesmente...

A radiância é tanta que você se encanta com tudo, com todos, com cada pequenina cena do cotidiano...pois tudo revela Deus para você...tudo é Deus se manifestando para você, tudo é Deus brincando com você, tudo é Deus contando a "Sua" história para você....

A revelação divina é assim, simples, suave e acontece no mais profundo do nosso ser...não faz alarde, nem solta fogos de artificio, é mesmo delicada e silenciosa....mas nos remete a uma dimensão luminosa e infinitamente bela....pura poesia e beleza...nas mínimas coisas, em cada pequenino instante....Deus vivo, vibrante, pulsante, radiante na criação...

É isso que os Mestres chamam de Despertar, Iluminar...
Imagine um dia isso acontecendo a você...
Amor
Lilian

2 comentários:

  1. Já faz algum tempo que venho imaginando e buscando esse dia, e parece que é justamente essa busca que está impedindo que esse dia chegue. A minha busca parece que se tranformou em uma meta, e meta é algo no futuro. E isso que eu busco já esta aqui e agora. Acho que é mais ou menos isso. Preciso desistir dessa busca...
    E você Lilian, esse dia já aconteceu na sua vida? Você já relatou aqui no blog?
    Namaste

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Sérgio, essa busca é ao mesmo tempo de certa forma "necessária", mas também é o próprio obstáculo, porque te coloca voltado para fora, para algo que está por vir. Procure ver aquilo em você, que aponta a própria busca. Existe algo que observa o próprio desejo de realização. Este algo é você de verdade.
      A realização acontece simplesmente quando se relaxa, quando se esgota todos os esforços e se relaxa no momento presente. Nesse relaxamento profundo, a consciência da unicidade acontece, e a clara visão é despertada... e muitas vezes ela permanece.

      Quanto a este texto, sim, foi escrito dias após essa tomada de consciência, a de que nunca houve um eu separado de nada, e essa consciência permanece até hoje.

      Grande abraço prá ti!
      Namaste

      Excluir

Related Posts with Thumbnails