10 de agosto de 2010

Espelhos...


"Aconteceu uma vez: Aesop, um grande mestre grego, contador de estórias, estava saindo de Atenas. Ele encontrou um homem que estava vindo de Argos. Eles conversaram.
O homem de Argos perguntou a Aesop: 'Você vem de Atenas, por favor me diga como são as pessoas de lá? Quais os hábitos dos homens de lá, como eles são?

Aesop pergunta ao homem: ' Primeiro me diga como são as pessoas em Argos'?
O homem respondeu: 'Lá elas são horríveis, nauseantes, violentas, deprezíveis'. Todas essas qualidades surgiram no rosto do homem enquanto ele falava.
Aesop disse: ' Sinto muito, mas você achará as pessoas de Atenas exatamente iguais;

Mais tarde, Aesop encontrou outro homem que também vinha de Argos e ao lhe encontrar, lhe faz a mesma pergunta do anterior: 'Você vem de Atenas, me diga como são as pessoas de lá'?
E Aesop mais uma vez lhe pergunta: 'Primeiro me diga como são as pessoas em Argos'?
E o homem com um ar nostálgico respondeu: ' São pessoas adoráveis, tenho lembranças maravilhosas das pessoas de lá.' Seu rosto se mostrou nostálgico e disse: 'Muito agradáveis, amigas, gentis, e delicadas, e muito bons vizinhos também'.
Aesop disse:' Fico feliz em te dizer que as pessoas de Atenas são exatamente assim também, da mesma maneira.'

Essa história é muito linda, pois nos mostra uma verdade básica do ser humano: aonde você for, você sempre encontrará a si mesmo. Qualquer lugar que olhe, sempre encontrará a si mesmo.
O mundo não é nada além de um espelho, e todas as relações são espelhos.
Novamente e novamente você encontrará a si mesmo - e novamente você não compreende.

Você ainda não compreendeu o ponto, que é sempre o seu rosto que você tem olhado, é sempre o seu humor que você vê nos outros, espelhado.(...)
Se você está triste, melancólico, apenas reconhecerá tristeza e melancolia. Se você está luminoso, feliz, então você se torna capaz de reconhecer luz, alegria.
Seus olhos podem reconhecer a luz pois algo em você se tornou ensolarado, porque dentro de você algo se transformou em luz. Uma profunda transformação aconteceu em você.

Somente assim é possível se reconhecer um Jesus, um Budha, um Krishna, um Mohammed. Do contrário, você os terá perdido.
Eles são seus reflexos. São seus próprios ecos. Eles são a sua própria voz que tem ressonado através deles; Eles são o seu próprio rosto, o mesmo que você tem visto no seu espelho."
Osho em Come Follow Me

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails