2 de abril de 2010

Nisargadatta Maharaj...


"Você nunca nasceu e nunca morrerá.
O que nasceu e morrerá é a idéia, não você.
Ao identificar-se com ela, você se fez mortal.

Compreenda que você é a fonte eterna, e aceite tudo como próprio.
Tal aceitação é verdadeiro amor.

Um homem que não pensa mais em termos de perdas e ganhos é o verdadeiro homem não-violento, pois está além de todo o conflito.

O conhecido é acidental, o desconhecido é o lar do real.
Viver no conhecido é escravidão, viver no desconhecido é liberação.

No sonho, você ama uns e não ama outros.
Ao acordar, você descobre que é o próprio amor que a tudo abraça.

A Consciência contêm toda a experiência.
Mas o que está ciente está além de todas as experiências.
Ele está além da própria Consciência.

Seja apaixonadamente desapaixonado; isso é tudo.

Todo universo da dor nasce do desejo.
Abandone o desejo de prazer e nem sequer saberá o que é a dor

O que morre é o que muda.
O imutável nem vive nem morre; é a testemunha atemporal da vida e da morte

A testemunha é meramente um ponto na Consciência.
Não tem nome nem forma. É como o reflexo do sol em uma gota de orvalho.

O poder que criou o corpo cuida dele.

Compreenda-se como o oceano de consciência no qual tudo acontece.

A luz íntima, brilhando pacífica e eternamente no coração, é o guru real.
Todas as outras meramente mostram o caminho."
Nisargadatta Maharaj em EU SOU AQUILO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails