12 de setembro de 2012

Por que palavras? - Conto Zen

"Um monge aproximou-se de seu mestre — que se encontrava em meditação no pátio do templo à luz da Lua — com uma grande dúvida:

"Mestre, aprendi que confiar nas palavras é ilusório; e diante das palavras, o verdadeiro sentido surge através do silêncio. Mas vejo que os sutras e as recitações são feitas de palavras; que o ensinamento é transmitido pela voz. Se o Dharma ( o caminho para a Verdade Superior )está além dos termos, porque os termos são usados para defini-lo?"

O velho sábio respondeu: "As palavras são como um dedo apontando para a Lua; cuida de saber olhar para a Lua, não se preocupe com o dedo que a aponta."

O monge replicou: "Mas eu não poderia olhar a Lua, sem precisar que algum dedo alheio a indique?"

"Poderia," confirmou o mestre, "e assim tu o farás, pois ninguém mais pode olhar a lua por ti. As palavras são como bolhas de sabão: frágeis e inconsistentes, desaparecem quando em contato prolongado com o ar. 

A Lua está e sempre esteve à vista. O Dharma é eterno e completamente revelado. 
As palavras não podem revelar o que já está revelado desde o Primeiro Princípio."

"Então," o monge perguntou, "por que os homens precisam que lhes seja revelado o que já é de seu conhecimento?"

"Porque," completou o sábio, "da mesma forma que ver a Lua todas as noites faz com que os homens se esqueçam dela pelo simples costume de aceitar sua existência como fato consumado, assim também os homens não confiam na verdade já revelada pelo simples fato dela se manifestar em todas as coisas, sem distinção. Desta forma, as palavras são um subterfúgio, um adorno para embelezar e atrair nossa atenção. E como qualquer adorno, pode ser valorizado mais do que é necessário."

O mestre ficou em silêncio durante muito tempo. Então, de súbito, simplesmente apontou para a lua."
Conto Zen 

A vida é tão plena, tão envolvente, tão presente e absoluta...tudo que somos, temos, sentimos, presenciamos, tocamos....todo o Universo, o Cosmo, tudo e todos a nossa volta são a pura expressão (manifestação) desta Grande Vida, que por ser tão óbvia, tão evidente, simplesmente nos acostumamos com sua presença...e nossa mente classifica a realidade como "coisa banal, ou sem valor"...nossa mente coloca como simples paisagem...

E é aí que perdemos a maior das revelações: A de que não existe nada banal, nada sem valor, pelo contrário, Tudo, simplesmente TUDO nos revela o Absoluto, a Totalidade, Deus, acontecendo a cada momento...
Tudo é Divino, Tudo é a mais bela revelação daquilo que É...
Lilian

4 comentários:

  1. Lilian estou aprendendo cada dia mais, este ano estava com uma necessidade de ir a um lugar Sagrado, onde pudesse parar, orar, precisava deste lugar fisico, estes dias o que sinto é que este lugar estava o tempo todo dentro de mim, era so parar , conectar, entregar, a este espaço Sagrado. Beijos Namaste

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pura luz Cris querida! O Sagrado é a verdadeira essência que ilumina tudo que há...
      Beijos ♥ Namaste

      Excluir
  2. Lindo post, Lilian!! Quero ter sempre a certeza dentro de mim, de que a vida é maravilhosa, divina, única, especial...apesar dos revéses!!

    Beijos de luz!!♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari querida, a consciência que você já É te ilumina sempre. Haja o que houver...
      Beijos de luz ♥

      Excluir

Related Posts with Thumbnails