15 de setembro de 2012

Consciência e Liberdade...

Aquilo que chamamos de liberdade nem sempre é de fato.

Temos a falsa idéia de que liberdade é fuga de algo, sair de alguma situação, ambiente, problema..enfim deixar algo que nos aprisiona, nos oprime e ganhar novos ares, expandir, respirar, sorrir novamente...
Sem dúvida esse é um tipo de liberdade que todos nós já vivemos, não uma, mas muitas vezes, tenho certeza disso.

Mas existe uma dimensão da Liberdade que é mais profunda do que essa.
É a Liberdade NA situação. Dentro daquilo que se vive, no âmago do que está acontecendo. Dentro.
Não é ser livre DISSO, mas ser livre NISSO!
Essa Liberdade não é algo que precise vir a ser, já é. Não é necessário se afastar, sair, fugir, abandonar, partir...nada disso, é preciso apenas se conscientizar dentro do momento que se vive, exatamente onde se está, sem mudar nada, sem fazer qualquer movimento, é uma simples mudança de consciência.

Damos um passo mais fundo, e podemos ver além.

Quando nos deparamos com aquilo que nos oprime, que nos faz mal, é sinal que estamos identificados, estamos "presos" aquela situação e criamos com ela uma espécia de pacto. Diria que é um pacto de dor.
Este pacto de dor pode durar muito tempo, até que tenhamos coragem de fugir dele e mudar - mas como não mudamos interiormente é muito provável que iremos cair em outros, e diferentes, pactos de dor mais a frente- ou então tomamos consciência de uma vez por todas de que nós temos o poder nas nossas mãos e somos na verdade nós mesmos que nos atrelamos a uma situação e depois começamos a sofrer com ela.

Essa tomada de consciência é a base de uma verdadeira transformação.

A dor não tem um fim em si mesma. Ela serve de lição para que aprendamos a ir buscar o amor, a alegria, a felicidade. Aprendemos pelo oposto não é mesmo? É assim que as coisas funcional em geral. Por isso, sempre que fazemos um pacto de dor, estamos na verdade aprendendo mergulhando profundamente naquilo que não é o que queremos para nós, ainda. E quando finalmente aprendemos que tudo na vida é ensinamento, aprendizagem, veremos que cada uma das situações que vivemos estão nos ensinando a finalmente tomarmos consciência da nossa real grandeza e liberdade dentro de cada uma delas, sem distinção.

Como é possível ser livre independente daquilo que se viva? Quando percebemo que nós não somos aquilo que acontece, nós não somos a situação, o problema, nós não nos identificamos mais com aquilo, nós tomamos a posição do centro de nossas vidas, somos o amor que acolhe aquilo que acontece. Não excluímos nada, pelo contrário integramos Tudo, pois temos a consciência de que a vida é Totalidade e que não temos controle sobre nada.
Cada pensamento, evento, situações, emoções nascem e morrem, são passageiras e nós permanecemos observando tudo isso, e tirando lições de tudo isso também.
A vida acontece a nós. Nós não temos nenhum controle sobre a vida e os eventos que ela nos apresenta. Mas podemos tomar consciência de que seja lá o que for será acolhido e tiraremos lições, evoluiremos com o que quer que aconteça.
Essa luz, nos abre a dimensão da Liberdade. Isto é, não estou preso a nada. Permaneço na consciência de que seja o que for não tem nenhum peso sobre mim, pois quem sou eu, consciência , permanece aprendendo com tudo o que acontecer.

A Vida acontece plenamente. Cada evento, situação, tudo e todos são aspectos dessa grande Vida.
Não existe nada que esteja fora, que seja menor, ou maior, tudo pertence e é igualmente importante. São experiências importantes, preciosas que iremos aprender com elas, e crescer através delas.

Centrados na consciência é possível acolher a Vida como ela é. Independente de comparações, julgamentos, analises, as situações são mesmo ensinamentos, para que cada vez mais nos desidentifiquemos delas. Elas acontecem ou não. Elas são boas ou não, não importa, mas nós permanecemos centrados e acolhendo o que vier, com amor e compreensão. Livres.
Acolho porque compreendo que tudo acontece para mim, mas eu não sou aquilo que acontece..Sou aquele que observa tudo o que acontece sem me misturar nem me prender a nada..vivo e deixo passar...
Essa Liberdade que a consciência nos dá não é condicionada a nada nem a ninguém. Nem tem começo, nem fim...
Amor
Lilian 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails