6 de abril de 2011

A Verdadeira oração...


"Há muitos caminhos errados até Deus, mas apenas um certo.
Um dos errados é procurar Deus por medo. A pessoa só pensa que está indo para algum lugar, mas não está. Por isso, é um caminho errado.

Como você pode chegar a Deus se está caminhando com medo? A tendência natural quando você tem medo é fugir. Você se afasta, se distancia de Deus, em vez de se aproximar dele.
As pessoas religiosas são definidas como tementes a Deus. Uma pessoa religiosa nunca tem medo de Deus, ela o ama.

O homem também pode se aproximar de Deus por meio da ganância. É o caminho errado de novo, pois a ganância significa que você quer explorar, significa que você tem certos desejos que quer realizar por intermédio de Deus - Deus não é a sua meta. Você quer dinheiro, quer poder, quer o paraíso, quer todos os prazeres do paraíso. E, como tudo isso só pode ser obtido por meio de Deus, por compulsão você se entrega a ele. Mas Deus é o meio, não o fim, e reduzi-lo a um meio é feio. Deus é o fim supremo, não há nada além dele.

E assim por diante... Esse são os caminhos errados. Eles se parecem com caminhos, mas não são: eles são muros. O único caminho certo é o amor.

Ame mais, ame profundamente, ame pelo próprio amor e você se surpreenderá, porque, lentamente, lentamente, algo novo começará a acontecer em torno de si: a presença de Deus será percebida.

Um coração cheio de amor, lealdade, confiança, é exatamente a definição de uma consciência religiosa. Essas qualidades são necessárias. Sem elas, o indivíduo nunca pode ter consciência de Deus, do amor, da beleza, do tremendo esplendor da existência.
A existência se torna conhecida por meio do coração, não da cabeça, e o coração se aproxima da existência com profundo amor e confiança. Não há outro modo de comungar com o todo.

Essas qualidades lentamente transformam você. Elas o levam da confusão e da dúvida para uma certeza absoluta de saber. Elas o tiram do caos da cabeça e o levam à harmonia do coração. Lembre-se delas.

Orar não significa dizer algo a Deus, pedir alguma coisa; orar significa escutar Deus. Se você tem algo a dizer, só pode ser um "obrigado". Um simples "sim" basta. (...)
Você tem que aprender a verdadeira oração. Ela consiste no silêncio, consiste em escutar com profunda atenção. Deus quer transmitir algo a você - ele o está procurando, mas nunca o encontra, porque você sempre está ocupado demais.

Fique em silêncio, cada vez mais desocupado, cada vez mais disponível, e logo você começará a ouvir a pequena voz silenciosa no interior.
Deus não fala de fora, e sim a partir da sua essência mais íntima - ele já está lá. E conectar-se com sua essência mais íntima é a verdadeira oração. No momento em que você se conecta com a sua essência...é um momento de tanta glória, é tão estático que você pode se curvar em reverência, em profunda gratidão."
Osho em Meditações para a Noite

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails