9 de abril de 2011

Ninguém é estrangeiro...


"As estrelas não são estranhas.
Nem nenhum Ser...
Porque o Todo está em tudo.
E, sendo assim, Ele também habita em nós.
Desde a galáxia mais distante, até o âmago de nossos corações...
É Ele em tudo.

Ninguém é estrangeiro!
Há uma Luz em cada coração.
E diferenças culturais, sexuais ou raciais não alteram isso.
Pois nada na Terra pode anular a essência espiritual de cada Ser.
Por isso, ninguém é estranho!

E de que adianta falarmos do Divino, se não O vemos no brilho do olhar dos outros?
Estranho é isso: não sermos capazes de perceber o Todo em tudo.
E, às vezes, nem em nós mesmos.
Aliás, somos capazes de negar até mesmo isso.

Estranha é essa nossa arrogância!
Que nos humilha tanto, e detona os nossos melhores potenciais.
O orgulho deixa-nos tão pequenos... E, iludidos, nem notamos isso.
Mesmo assim, brigamos e assumimos posição de gigantes.
Inflamos o nosso ego, mesmo vazios de consciência real.

Estranho é anestesiarmos nossa espiritualidade.
E fazemos isso para não pensarmos em outros horizontes além do físico.
E, mais estranho ainda, é quando sabotamos os nossos melhores sentimentos.
Fingimos que eles não existem e os sepultamos sob toneladas de ilusões.
Sim, somos capazes de abafar o amor em nós mesmos.
Ah, isso é que é estranho!

O universo, as estrelas, a vida e todos os Seres...
Tudo dentro do Coração Espiritual do Supremo.
Então, como considerar alguém estranho, se tudo está dentro do Todo?
E nós também?

Na verdade, esquecemos disso porque nos deixamos levar pela arrogância.
Por isso, nos tornamos estranhos até para nós mesmos.
Contudo, somos bem melhores do que supomos.
Sim, porque o Todo está em nossos corações e nos conhece profundamente.

E, quando deixamos o Amor fluir em nós, somos capazes de realizar coisas lindas...
Então, passamos a ouvir a Voz do Todo, que só o coração escuta.
E, quando isso ocorre, deixamos de ser estranhos para nós mesmos.
E aí, tudo muda... E ninguém parece mais estrangeiro.
E, em cada olhar, nós O vemos...
Ele, o Todo que está em tudo!

P.S.:
Ninguém é estranho!
Todos são companheiros de jornada.
E, mesmo sem entender tudo, sentimos isso.
Então, de alguma maneira intuitiva, compreendemos...
Porque, quem ama, sabe.
E é feliz, só por existir.
Sim, há uma Luz que brilha mais do que bilhões de sóis.
É a essência da alma.
Essa é a Luz que mora em nossos corações.Paz e Luz!"

Wagner Borges em Na casa do Todo ninguém é estrangeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails