16 de abril de 2011

O Instante presente...


Uma rajada de inverno
desaparece entre os bambus
e assenta-se numa calmaria.

Basho

"O que é nossa assim chamada vida?
Uma rajada de inverno desaparece entre os bambus e assenta-se numa calmaria Justamente como um drama, apenas uma brincadeirinha e você se foi.

Nossa assim chamada vida é tão momentânea que a gente não devia apegar-se a ela. Sua única função – única função apropriada – pode ser a de encontrar o imortal.
Oculto atrás de cada momento está o eterno. Mas você pode continuar movendo-se na superfície, nunca aprofundando-se na sua consciência. Você irá mover-se por milhões de vidas sobre a superfície semelhante a ondas.

Isso é puro desperdício de uma imensa consciência que pode abrir todas as portas de sua originalidade, de sua criatividade, de sua beleza, de sua alegria.
Cada momento torna-se assim um momento de dança."
Osho em The Original Man

Viver consciente é ir além das aparências, além das divisões e diferenças...
O Todo se manifesta absolutamente óbvio, sem nenhuma máscara, porém estamos tão acostumados a crer em miragens, a tomar o sonho por realidade que por mais que sejamos o Todo, vivamos o Todo, manifestemos o Todo, estejamos mergulhados no Todo, assim como um peixe no oceano, o Todo nos cerca por todos os lados, dentro e fora, tudo enfim...ainda passamos vidas e vidas procurando esse Todo, procurando essa Unidade...

A Unidade É Total. É Tudo. Nada está "fora" dessa Unidade. Logo, o que buscar? O que perseguir? Sejamos, vivamos, manifestemos,dancemos e agradeçamos pela graça da vida...

A chamada "busca" simplesmente nos projeta para algo futuro, algo a ser alcançado lá...e o aqui é negligenciado...o aqui que é a verdadeira preciosidade mais cristalina que possa existir, acaba sendo desprezado, esquecido, apagado, por alguma coisa lá...lá aonde? Se não existe esse tal de lá!

Me diga se alguém consegue estar lá? O aqui é real. O momento presente é somente Ser. E o Ser é sempre onde o EU SOU se manifesta, meditem sobre isso..
O viver no instante é viver na consciência que percebe, que interage pura, clara e serena, luminosa...O diálogo da consciência com o momento presente é tão espontâneo como um raio de luz...não existem distorções, nem interpretações de qualquer espécie.. O diálogo da consciência com o momento presente é Unidade, é ressonância, é espelhamento...não se prende, é sempre novo e absolutamente dançante...
Amor
Lilian

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails