13 de fevereiro de 2011

Sussurros ao vento...



"Não trajava asas assim, como os outros anjos.
Usava-as nos olhos.
E quem enxergasse o brilho do seu olhar, alçava o mais perfeito vôo...

E ela sabia que, para voar nada mais era necessário além de um coração leve e de uma alma livre.Atravessaria todos os mares e montanhas do mundo só pra ver novamente teu sorriso.
Sentir tua respiração
Tocar teu coração...
Ser barco, ser mar, transportar em si o amor...ser luz e ser sol; ser flor e também a água que nutre. Ser VIVO. Sou vivo e vivo de amar...sou mar...

O amor que nutre a alma eleva o corpo e cura as dores...o mar que molha a face leva consigo as lágrimas...renova as forças, faz renascer...

Ela morria de saudade de voar. De ser leve. De amar. Porque para alçar os melhores vôos é necessário ter amor no coração e paz de espírito. A escrita pode até calar por um momento...mas nunca será tirada de nós. É a maneira de vertermos nossas emoções em forma de lindos pássaros que voam em busca de olhos e corações que os abriguem...
Desejo-te raios de sol beijando tuas lágrimas, transformando teu rosto num lindo arco-íris.

Andei através dos tempos.
Nadei por sobre montanhas.
Voei pisando em ondas.
Transpus o espaço invisível existente entre nós.
Sonhei-te...

Quero, ao fim de tudo, abraçar com carinho o jardim que me guiou.
Os percalços da vida só existem pra mostrar-nos o caminho mais certeiro, mais leve , mais perfeito.
O mar, o céu, as montanhas e os vales, todos alcancaremos no momento certo, no voo do mais belo e libertador pássaro.

Pássaros somos... O amor, pra ser verdadeiro, tem que carregar consigo certos véus de tristeza e dor.... amor muito colorido, sem a profundidade real do sentimento, não é real, é apenas ilusão...
Amar é entregar-se às delícias e as amarguras que o sentir acarreta..."
Sussurros ao Vento - Flávia Braun

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails