18 de fevereiro de 2011

Aceitação e acomodação...


Pergunta: "Não entendi...se eu aceitar a imperfeição, não vou cair no comodismo?
Como vou melhorar como pessoa se acho que tudo esta certo? Que era para ser assim?

Swami Naseeb -Tudo deveria ser assim porque foi assim. É um fato.

Apenas a Realidade. O fato de pensarmos que algo não deveria ser assim não impede o algo de ter sido assim. A única coisa que podemos fazer agora é aprender a observar como as coisas acontecem naturalmente.
Assim: é óbvio que a velha mente pensa que isto é comodismo.
Mas note: quem é que está pensando assim? A mente.

Por que? Porque a mente não pode aceitar, senão ela derrete e quem vai mandar é a intuição e o coração.
A mente só existe na dúvida, no conflito. a mente só existe quando não há aceitação.

Com aceitação, a mente cai fora. Quando tudo é aceito, as coisas começam a mudar. Simplesmente o seu relaxamento faz as coisas mudarem, e não outra coisa. O ponto é este.
O interessante de aceitar o que é , é que isso não impede de você fazer tudo para melhorar, porque sempre Isto está incluído NO QUE É.

Isso não significa que a vida não é rica agora.
Ela é perfeitamente o que deve ser agora.
Simplesmente porque é isto que está sendo.Se eu mudar o meu comportamento, será outra coisa. E quando for outra coisa, será aquilo que está sendo - De novo.
A Realidade pode ser mais rica.

Ela sempre é rica, mesmo com nossas imperfeições, que dão um colorido a mais nisso que chamamos de vida.
Quando você começa a aceitar todos os seus lados, algo interno acontece.
Um relaxamento natural de ver que tudo está sendo como É, independente do teu controle.
Então você faz o que sente, e tudo que fizer ou fazer será o que tem de fazer.
Isso é relaxamento.
Você faz o que sentir que tem que fazer, e ao mesmo tempo sabe que a viagem é que é a maravilha, e não um pico ou uma meta a ser conquistada.

Todos os momentos são raros.
Todos os momentos são únicos. Aqui agora desse jeito só existe agora.

Então você vai pelo caminho feliz, em paz, porque sabe que está fazendo tudo que tem de fazer. E não segue sua mente que diz que você devia ter feito algo diferente do que foi.

E este é o mistério da vida.
O que pode acontecer entre uma interação que fazemos, são momentos raros que serão impressos no fundo da gente por toda a vida. todo momento é raro.
E alguns mais ainda.
Isto é a arte de sentir valor a cada instante vivido.
É sentir-se grato por todo momento vivido, seja ele qual for.
Todos os momentos são experiência raras. A vida é rara.

Aceitar a realidade aqui-agora não te impede de fazer o que você imagina que tem de fazer para sentir mais em paz, mais centrada, mais lúcida.
É que você não briga mais com o momento.
Você vive cada momento da viagem fantástica chamada vida.
Celebrando, descobrindo, estando aqui agora, de janelas abertas no coração...
Compreendeu melhor isto? Não é comodismo!"

2 comentários:

  1. Muitas vezes, no início do processo, me perguntava: mas, e a minha responsabilidade sobre isso? fico isenta? encontrei onde por a "culpa", então - e era muito incongruente com tudo que aprendi...
    Depois que aceitei...tudo se acomodou dentro de mim. O sentido fica claro, e a vida ganha forma real, não a que minha mente gera - e o ego aplaude.

    Muito legal teu post!
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Denise querida!! Esta consciência por si só, já é um salto..Quando a entrega acontece, tudo se aquieta, dentro e fora deixam de estar separados, e vemos a vida, a existência pelo olhar da unicidade, pelo brilho do Ser..
    Obrigada por sua luz..Grande beijo para você!!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails