6 de janeiro de 2010

Deixar ser...

Deixe a vida existir,
Deixe a roda rodar,
Não há nada que a faça parar,
Nem sequer os desejos seus...

Em algum lugar existe uma luz,
Que teima em ser livre, e liberta,
Em algum lugar reina uma só voz,
Que teima em falar palavras de amor...
Deixar-se ser apenas,
É o reino de paz e liberdade em nós,
Nada precisamos para ser,
Nada acrescentamos a nossa infinita grandeza...

Deixar-se ser apenas,
É experimentar o segundo do tempo,
É beber da fonte que jorra,
É abandonar as amarras da ilusão....
Viver em sintonia com os espaços,
Encontrar beleza na insensatez,
Plantar sementes de amizade,
Colher gotas de amor por aí...

Memórias são apenas memórias,
Não ditam regras,
Nem dirigem nossas vidas,

Como podem as nuvens arranharem o céu?
São apenas cápsulas do tempo,
Num tempo que nem existe em si mesmo....

Perceba que o grande e o pequeno se espelham a sua volta,
Perceba que tudo se torna perfeição a sua volta,
Inteireza, completude, impermanência,
O Todo se mostrando em tudo que há...

Deixe a vida existir em você,
Ela é plena em si mesma ,
Encontrar vida nova a cada manhã
É ser profundamente grato pelo que possa acontecer...
Amor
Lilian

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails