25 de novembro de 2012

Ser Plenitude - Mooji

"Nós queremos provar do mel, mas não queremos Ser o mel.
Algumas vezes nós descobrimos o espaço interior, mas não quero que apenas experimentem este espaço; Na verdade este espaço é você!

Alguma coisa está confusa nisso. Parece que eu alcanço este espaço -  este sentimento pode ser útil por um certo tempo; 
Sei que quando fecho meus olhos, respiro e não me prendo a nada, este espaço surge novamente. Isto é belo, mas existe uma dualidade aqui. E não deixe que a dualidade seja a sua última resposta.
Isso se baseia na percepção de que eu sou isso aqui - corpo físico - e mesmo a iluminação se torna uma experiência. Quem está experimentando isso? Eu, é claro.

Quem é você? Dê um pouquinho mais de energia para isso, Quem é você?
Porque sempre que você dá mais energia ao senso de "eu", não é ruim, mas cada vez mais é possível nos soltarmos nesse espaço interno da consciência; é bom estar neste espaço, é solto, é natural, é simples.. mas ainda persiste ali um pequenino "eu" solto neste espaço.. percebem?

Isso, podemos dizer é o último degrau que precisa ser transpassado, pois ainda é uma ideia  um pensamento residual que está persistindo.É ele que entra e sai dessa belo espaço.Ele precisa ser dissolvido.(...)

Podemos viver entrando e saindo desse espaço, sempre que quisermos, ou SER este espaço em si mesmo, espaço que não se move. A explicação disso é limitada, pois a palavra espaço não significa realmente esta dimensão de espaço que se experimenta, não existe nenhuma linguagem que alcance essa dimensão.
Lar, significa que alguém mora ali.

É difícil de se dizer: Eu sou Isso.
Só ISSO pode dizer: Eu sou ISSO!

Não é o suficiente para mim que vivam aqui, apenas belas experiências.
É importante que transcendam a isso também. 
Sair do que chamam de eu ou de você.. mas que fique tão claro que aquilo que está aqui não chega nem se vai..

Enquanto seres humanos encontrarmos algo que seja tão estável e constante, consistente e que possa ser afirmado: Isso eu conheço! Um fato! Disso estou certo! Do que vocês estão realmente certos? (...)

Na verdade não existe nenhuma diferença entre você e Isso. 
São apenas pensamentos.
Este espaço vai sendo percebido com mais e mais constância...ele vai sendo permanente. 
Quero que veja que ainda existe um "eu" fazendo alguma coisa... enquanto uma pessoa fazendo algo, criando uma dimensão...

Digo, tente ser este espaço, pode doer em você, pode machucar o seu ego, mas cada vez que isso acontecer examine essa pessoa que sente, essa pessoa que entra e sai desse espaço...se aprofunde, pare e veja...

Posso entrar e sair desse espaço, posso ser este espaço, mas quem é esse que entra e sai? Investigue "este".. continue olhando para esse "eu"...

Costumo dizer levante a saia dos olhos ( risos ), investigue aquilo que os olhos vêem... examine tudo...
Verão que não poderão encontrar nada... nada mesmo...

Quem é também que faz esta descoberta?
Quem não encontra nada? 
Não caiam em conversas, mas busquem através dessas perguntas; 
Esta busca final é muito bela. É fascinante para aqueles que se dizem buscadores. Não desistam de chegar a isso...
Ver quem é aquele que se diz "eu", aquele que vê. Não se pode dizer nada além disso...

Quem é o descobridor? Uma pessoa, a mente, consciência, ou o quê?
O que faz esta descoberta? Quando você diz: "eu", onde está esta substância de eu? (...)

Quando se está no nível alto de energia, tem -se a sensação de que aquilo sempre está lá, mas a mente tem uma tremenda habilidade, e aquilo escapa, e se sente que não mais está naquela dimensão. Conheci mas perdi...
Meus negócios não vão bem, minha esposa teve um filho, ou outra coisa acontece e aquilo se perde...

Esta é a diferença... Isso nunca se vai, haja o que houver, você perde uma perna, ou o doutor diz: Sinto muito mas teremos que retirar seus genitais.. Ok.. (risos!) 

Você não se move do EU SOU.
Nada pode te mover Disso. (...)

Encontrei um homem certa vez, que me disse que estava muito estressado, cansado, com a mente cheia, mas que dali a uma hora estaria em casa, relaxado, com sua esposa. Aí lhe disse que não. Porque não estar relaxado agora e só daqui a uma hora? Aqui e daqui a uma hora, são apenas pensamentos!
Aquilo que você acredita que irá acontecer pode não acontecer, e você perderá mais tempo estressado.

É isso que estou tentando mostrar a vocês.
Vocês não precisam ficar presos nestes pensamentos da mente, em ir e vir.
A essência sábia em vocês não existe problemas.

Vocês já são todos Consciência Búdica, não existe problema nisso. Mantenham-se nisso.
Como se manter nisso? Percebendo que aquilo que aparece para você não é você. Mantenha-se alerta.

Ninguém pode fazer com que a mente se vá para sempre. A lei do universo é que uma coisa se transforme em outra, mudanças acontecendo todo o tempo. Na dimensão relativa as mudanças são a regra.
Incrível, mas a mente tem medo de mudanças.

Você pode observar as mudanças, a partir de uma dimensão que não muda. Uma dimensão que permanece e continua permanecendo...apesar das inconstâncias da mente.

Os seres humanos deveriam se aperceber disso, reconhecer isso em si mesmos, Vocês são o Ser pleno, são a pura Luz...
Suas vidas são o fluxo do rio da Vida..
Um rio passa por altos e baixos, solavancos, flutuações, mas não é isso que um rio é.."
Mooji em Satsang (adaptado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails