1 de novembro de 2012

Sentimentos são visitas - Mooji

"Se você não se identificar com a função corpo-mente, ela vai ocorrer por si mesma. Se você não se identificar com isso, ela pode desempenhar o seu papel, pode fluir, não pode se firmar..

Neste momento, deixe o que quer que esteja se esforçando para vir... O que realmente está aqui?

Participante- Gostaria de saber o que é o perdão e como ele vem ao coração? Existe um circulo de tensão que impede o coração de se abrir... Como ir além disso? (...)

Mooji- É muito simples, muito simples. Desista dessas idéias. O coração não se abre nem se fecha. Geralmente quando as pessoas falam coração, nesse contexto em que você está falando, elas estão se referindo a um tipo de centro emocional. Que parece que abre e aí, você sente muita compaixão, amor e aí se fecha e você se sente que não quer ficar com ninguém e assim por diante...
Mas isso também é um movimento que é observado de um lugar ainda mais profundo. Esse movimento não é assim tão significante, somente se você acreditar nele; se você começar a acreditar nesse conceito de um coração que se abre e que quando se abre você está feliz, você coloca condições para uma coisa que não tem condições, você compreende?
Há um coração que não se abre nem se fecha.

Participante - Ele está sempre aberto?
Mooji- Não, ele não tem fronteiras, então ele não pode abrir nem fechar, é como espaço, seu próprio Ser é como espaço, não abre nem fecha. 
Se você olhar para alguns sentimentos que são sentidos de uma certa forma no corpo, você pode dizer: "Sim, agora eu sinto que estou me fechando". 
A linguagem que você usa criará esse tipo de forma, de que alguma coisa está se fechando, e você começa a acreditar nisso. Se você acreditar que seu coração pode se fechar, você começa a procurar alguma técnica para abri-lo, então você armou uma armadilha para você mesma. Todas essas coisas são conceitos...

Mesmo sem as palavras, com o pensamento, a sensação está lá, e você está dando a ela muita atenção. Logo, quando você dá muita atenção a alguma coisa, você começa a desenvolver um relacionamento com isso, significa que é importante o suficiente para exigir a sua atenção. Colocar sua atenção sobre algo é a coisa mais importante que você pode fazer, porque você dá vida a isso, você traz isso para o foco.Então, se você poder aceitar esse tipo de conselho, não se preocupe com essas coisas, não toque nenhuma definição, nenhum limite sobre limites, nem conceitos sobre limites, não toque nada disso... deixe os sentimentos acontecerem, mas não vá trabalhá-los.. Veja que são apenas visitantes que vêm para o espaço da sua consciência, que parecem estar presentes por um ou dois momentos..não se identifique com eles, não diga: "ah sim , eu estou desse jeito" e assim por diante...
Todas as pessoas estão fazendo isso, então você está caindo nessa armadilha.

A consciência não tem nenhuma forma, é como água, não tem nenhuma forma, sua natureza é fluir. Mas, qualquer que seja a forma que você dê a água, ela assumirá a forma do recipiente que a contém. (...) Mas a água não tem forma por si mesma, a consciência também é assim, ela não tem nenhuma forma em si mesma, ela tomará a forma dos conceitos para os quais você apontar. Então, você aponta para algo muito poderoso, você diz: "agora meu coração está fechado" - isso é um pensamento muito poderoso, se você acreditar nele, de alguma forma você se sente confinado, porque você trouxe esses pensamentos à existência por acreditar neles, então deixe esses sentimentos virem, deixe-os entrar e sair, você é como o espaço onde tudo aparece e desaparece, nada está acontecendo a você.

O seu Ser é como espaço, mente e pensamento são como vento, é da natureza do vento soprar, mas o espaço não se move, porque ele é infinito e está presente em todos os lugares, o seu Ser é como espaço. 
Pensamentos, sentimentos, emoções, sensações estão aparecendo nesse espaço e eles vêm e vão.

Participante - Quando a tensão vem..eu devo confiar que ela vai embora?
Mooji - Você não deve nem confiar, ela vai e quando ela fica ela também pode ficar; algumas vezes coisas vêm e vão, tome a atitude "eu não ligo" mais do que "eu prefiro" ou " eu não me importo" - não, "eu não ligo" tudo vem e vai e nisso você encontrará imensa liberdade, espaço, tanto espaço...você não deve ser como a polícia de trânsito dos pensamentos...tudo pode vir e ir.. isso é o segredo tão simples, tão simples...
Se você pegar algum desses pensamentos, então você tem que ir atrás da cura, todo mundo está atrás da cura, o que está errado com você? " Oh, eu tenho tantas coisas para curar, tanto tanto..." O mundo precisa de cura, avó precisa de cura, os animais de estimação precisam de cura, todo mundo precisa de cura, até os sacerdotes precisam de cura...

O Ser não precisa de cura, sempre perfeito, você é o Ser.

Se você não se identificar com a função corpo-mente, ela vai ocorrer por si mesma. Se você não se identificar com a mente, ela pode soprar, fluir, ela não pode se firmar. Isso não é fuga da vida, você não está fugindo da expressão, toda a expressão pode estar lá, mas você não está empacado, como espaço, nunca está empacado. Um milhão de anos atrás, o espaço era exatamente o que é agora, fresco. Um milhão de anos atrás o espaço era exatamente o que é agora, fresco..o seu Ser é assim. Tudo o mais é imaginado, tudo o mais está passando, deixe o que está passando passar.
Você pode se apaixonar por uma nuvem? Quanto tempo esse casamento pode durar? Tudo está passando, deixe que passe...até mesmo esse corpo está passando. Encontre aquilo que não está passando..."
Mooji em Satsang

2 comentários:

  1. Bom Dia, Lilian
    Lindo Artigo, principalmente quando Mooji cita que o Coração está lá e, como você alertou, quando estamos com a Consciência no Coração, podemos experimentar a Paz.
    Grato por compartir.
    Bjs.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails