21 de fevereiro de 2010

Véu...


Apenas um véu nos separa de nós mesmos...
Uma nuvem,
Uma identidade...
Algo que nem nome possui,
Nem espaço,
Nem tempo.
Algo que nem algo é...
Faz com que sejamos vítimas e algozes de nós mesmos,
E do mundo...
Apenas um véu nos separa de nós mesmos...
Entretanto é necessária uma investigação minuciosa,
Um amor sem controle,
Um instante de silêncio e de paz...

Além desse pequeno véu que nos encobre,
Perpassa uma realidade sem fronteiras, nem nomes, nem formas...
Perpassa um desejo sem culpa, sem prisões ou imposições.
Influencia de algo maior e mais luminoso,
Repercute no mais profundo do nosso existir...

Esse amor é a plena realização do Ser,
Imenso,
Terno,
Puro,
Emana um perfume da eternidade e do instante,
Emana um arco-íris de radiância sem fronteiras,
Emana uma beleza da presença divina em cada olhar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails