15 de fevereiro de 2010

Relacionamentos...


"Sempre que seu relacionamento não estiver bom, sempre que fizer aflorar a “loucura” em você e em seu parceiro, fique feliz. O que estava inconsciente está vindo à luz. É uma chance de salvação.Sustente, a cada instante, o saber de cada momento, em especial o do seu estado interior. Se houver raiva, saiba que é raiva.

Se houver ciúme, defesa, um impulso para discutir, uma necessidade de ter sempre razão, uma criança interior reclamando amor e atenção, ou um sofrimento emocional de qualquer tipo, seja o que for, saiba a realidade do momento e sustente esse conhecimento.
O relacionamento passa a ser o seu sadhana, a sua prática espiritual.
Se você notar um comportamento inconsciente no parceiro, prenda-o no abraço amoroso do seu saber, de modo que você não tenha uma reação. A inconsciência e o conhecimento não conseguem conviver por muito tempo, mesmo que o conhecimento esteja só com uma pessoa e a outra não tenha consciência do que está fazendo. A forma da energia que existe por trás da agressão e da hostilidade acha a presença do amor absolutamente insuportável. Se você reage á inconsciência do seu parceiro, você também fica inconsciente. Mas, se ficar alerta à sua reação, nada está perdido.

Se você continuar buscando um relacionamento como forma de salvação, vai se iludir cada vez mais. Mas, se aceitar que o relacionamento está aqui para torná-lo consciente em lugar de feliz, então o relacionamento vai lhe oferecer a salvação e você estará alinhado com a mais alta consciência que quer nascer nesse mundo. Para os que se mantiverem apegados aos padrões antigos haverá cada vez mais sofrimento, violência, confusão e loucura.

Quantas pessoas são necessárias para transformar sua vida em uma prática espiritual? Não se incomode se caso o parceiro não queira cooperar. É através de você que a sanidade, ou seja, a consciência consegue chegar a este mundo. Você não tem de esperar o mundo se curar, ou alguém se tornar consciente, antes de poder alcançar a iluminação. Pode ter que esperar pra sempre"...
Eckhart Tolle em Praticando o Poder do Agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails