25 de fevereiro de 2010

O Corpo...


"O corpo lhe dá mensagens somente em sussurros. Se você ficar alerta, será capaz de entendê-lo. E o corpo tem uma sabedoria própria, que é muito mais profunda que a da mente. A mente é imatura. O corpo permaneceu sem a mente por milênios. A mente chegou mais tarde, ela ainda não sabe muito.Tudo o que é básico, o corpo ainda o mantém sob seu controle. Somente coisas inúteis foram dadas à mente - pensar sobre filosofia, inferno, política.

Assim, escute o corpo e nunca se compare com mais ninguém. Nunca antes houve uma pessoa como você e nunca haverá. Você é absolutamente único - no passado, no presente e no futuro. Assim, você não pode comparar suas características com ninguém e não pode imitar ninguém." Osho em Meditações diárias.

Nesse pequeno texto, nosso amado mestre Osho nos aponta a beleza da saboria do corpo. Nosso corpo é absolutamente único e realmente fala... e fala muito !! Só que é uma linguagem, não uma língua, mas uma linguagem que não é binária, mas tridimensional ou até eu diria, pluridimensional...
O corpo responde aos aspectos sutis do Ser. Todo o gestual, as dinâmicas do movimento, pausa, repouso, os ritmos e níveis da respiração, a aura que emana do corpo, os olhares, a fala, os tons da fala, expressões de face, as mãos, enfim uma enormidade de manifestações simultâneas, expressam o profundo à superfície do corpo.

Particularmente sempre tive um fascínio pela pele, e por todo significado implícito na superfície/ profundidade/ funcionalidade da nossa pele. Nossa pele por ser o maior órgão do nosso corpo, é muitas vezes banalizada em sua importância. Mas todo toque, todo carinho, todo sentir o outro, todo contato, começa na pele... é um despertar de sensações que vão aos poucos se aprofundando e daí envolvem todo o nosso biosistema. Da mesma forma, a pele expressa as emoções que estão ainda na subjetividade...numa linguagem bem sutil, é quase imperceptível aos olhos externos, mas todo o corpo sente quando um arrepio nos tira de chão... nossa pele em ação !!

Quando nos aprofundamos nas sensações do corpo, entramos em um mundo mais delicado e muito perceptivo, que não é mental racional, mas muito mais observador... sentir o corpo e sua linguagem nos faz ficar mais atentos aos outros também, as percepções que vem de fora... nos conectamos mais com os outros, na essência, sem julgamentos, apenas percepções.

Enfim, nosso corpo é uma divina manifestação. Nossa casa nessa dimensão. Nossa presença física. Estamos no corpo, embora não sejamos nosso corpo, ainda assim ele possui uma beleza e uma sabedoria infinitas...expressões únicas do Ser...
Amor
Lilian

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails