15 de outubro de 2011

Viagem ao Peru - Machu Picchu


Hoje quero compartilhar com vocês a viagem que fiz ao Peru, mais especificamente a Lima, Cusco, Vale Sagrado e ao santuário de Machu Picchu.
Confesso que sempre foi um sonho poder conhecer um pouco mais, e principalmente vivenciar as maravilhas desse país místico, e essa sabedoria milenar do povo Inca.

Começamos por Lima, a capital, cidade grande à beira mar, clima descontraído, jardins floridos, paisagens lindas e muita alegria e descontração. Uma cidade interessante e em forte crescimento.

O nome Lima, vem do povo que habitou aquela região, o povo ItálicoLima, na época pré-espanhola, e ainda encontramos sítios arqueológicos preservados no miolo da cidade, abertos á visitação, com guia local, onde podemos aprender um pouco mais sobre este período da história peruana. Vale super a pena!

Partimos para Cusco, à uma hora e meia de avião, onde começa nossa jornada. Já de cara nos deparamos com as montanhas belíssimas da cordilheira andina, com picos nevados e uma luz que encanta por onde bate o sol. Praça florida, clima gostoso onde se misturam peregrinos e trilheiros de todas as partes do mundo, mulheres com trajes típicos com seus filhos nas costas, algumas vendem lindo artesanatos, a catedral de Cusco com belissimas obras de arte, situada onde foi o antigo templo Inca.

Cusco que ignifica "umbigo" em idioma quítchua, e é até o momento tida como a cidade habitada mais antiga das américas. Fundada por Pachacuti, foi desde o início um centro religioso e político do império Inca, que se estendia do Equador até a Argentina, chegou a possuir 12 milhões de habitantes. Cusco é uma jóia, jóia em todos os sentidos. Lindos museus, uma arquitetura lindíssima, onde vemos a forte influencia espanhola, casarios preservados, ruas floridas e as montanhas que cercam nos transportam para uma dimensão celestial. Estamos muito acima do nível do mar, e o céu parece que está ao alcance de nossas mãos...literalmente!
Os habitantes de Cusco são preciosos demais. São amáveis, simples, gentis, nos tratam com delicadeza e nos fazem sentir em casa. Gostam de contar da sua terra, de sua história e estão sempre prontos para tirar uma foto srsr.

Os camelos das Américas, como são chamados as alpacas, lhamas e vicunhas, são super importantes para eles, que retiram além da lã, do leite, usam como alimento e transporte de carga. É lindo de se ver a harmonia entre as pessoas e seus animaizinhos...
Aqui se respira uma atmosfera de muita paz e harmonia entre povos, religiões e a natureza. É fácil se perceber um clima onde todos são aceitos, respeitados e reconhecidos como integrantes do mesmo e único universo. Aqui tem se tornado ano após ano, um centro de peregrinações e práticas de terapias alternativas e tratamentos ligados à purificação do corpo e da alma. O clima favorece à contemplação e a meditação. Dias claros, sol e luz, e a noite muita paz e silencio, nos colocam em estado profundo pelo simples fato de estarmos aqui.

O Vale Sagrado dos Incas é um caso à parte. Vamos seguindo de trem as margens do rio Urubamba, com suas águas côr de esmeralda, e de repente se abre o vale diante dos nossos olhos, magnífico. As cidadezinhas são muitas e lindas, mas Pisac é encantadora na base de montanhas altíssimas já foi o centro espiritual Inca, antes da construção de Machu Picchu. Outra cidade linda também que visitamos é Ollantaytambo, com ruínas antigas de pedra perfeitamente encaixadas, e uma vista do vale que deixa qualquer um simplesmente fascinado!


O Vale Sagrado do Incas, se estende por toda região do rio Urubamba e é um lugar sagrado mesmo. Ali ao longo da várzea do rio, se estende a grande produção agrícola daquela região, que também já foi tida como o berço da prata na época dos Incas. Em Ollantaytambo se pode avistar quilômetros de distancia o rio e suas curvas luminosas, numa paisagem cercada de montanhas altíssimas, onde reina uma paz, uma harmonia, que parece que o tempo parou...literalmente...um convite a meditação, a contemplação...aqueles momentos em que nos sentimos perfeitamente conectados com a nossa amada Mãe Terra, que lá se chama Pacha Mama...

O Vale Sagrado é um lugar que nos convida a ficar. Pisac, ainda guarda a sua simplicidade, o povo vive basicamente da agricultura e do turismo. A culinária local é preciosa e podemos provar as comidas típicas peruanas, deliciosas...Não deixem de provar o Seviche, (a base de peixe marinado no limão ) a Chicha morada ( bebida caseira feita a base de milho avermelhado) e o pisco, bebida típica peruana.

Mais abaixo do vale fica o famoso vilarejo de Águas Calientes, às margens do rio Urubamba, aos pés das montanhas de Machu Pichu, também é o ponto de apoio onde existe um vilarejo com pousadas, hoteis, e banhos quentes terapêuticos deliciosos. Ali é também conhecido como Machu Pichu pueblo. Ali encontramos pousadas, restaurantes, spas, e toda infraestrutura para os visitantes de Machu Picchu.

Dalí partimos para o ponto alto da nossa viagem, o Santuário de Machu Pichu, montanhas sagradas dos Incas, mundialmente conhecidas, e que trazem por dia dois mil visitantes de todas as idades, e de todas as partes do mundo.

Pachacuti, imperador Inca, coordenou a construção de Machu Picchu em meados do século XV, e foi meticulosamente escolhida esta montanha, por se tratar de um local de difícil acesso, por estar situada entre duas montanhas sagradas Machu Picchu-Montanha velha (masculino), e Huayna Picchu- Montanha nova (feminino), tendo a volta uma cordilheira de montanhas altíssimas ao sul e o rio Sagrado dos Incas circundando a cidade. Alí foi originalmente um grande templo Inca, um lugar de adoração e de observação das estrelas. Este ano Machu Picchu comemora 100 anos da sua descoberta pelo expedicionário americano Hiran Binghan que encontrou as ruínas da antiga cidade sagrada dos Incas, coberta pela densa floresta tropical, e que veio a se tornar patrimônio mundial pela Unesco.

Estar em Macchu Picchu sempre foi um sonho, e realizar esse sonho foi um presente. Pude conversar com pessoas do lugar, saber um pouco mais sobre a história deste lugar belíssimo.

Os Incas já tinham um profundo conhecimento a cerca das leis da natureza, os ciclos, as estações, e viam a existência, e Deus, enquanto Totalidade e perfeição. Possuíam uma profunda consciência da unicidade, e tudo em Machu Pichu se refere ao profundo respeito por estas leis cósmicas sagradas. O templo do sol, o templo da lua, a grande pedra ritualística, as marcações do observação planetária, enfim, é um lugar que nos diz o quanto aquele povo estava profundamente conectado com a natureza e o cosmos.


A energia de Machu Picchu é mesmo incrível, nem dá para dizer. Apesar da altitude, da caminhada intensa, de subidas e escadarias, do calor, enfim...não se nota nenhum sinal de cansaço, pelo contrário, uma animação geral para se ver tudo, admirar aquela paisagem maravilhosa, desfrutar daquelas horas que passamos ali naquele lugar lindo....que segundo os entendidos, é o grande chakra do coração do planeta...um lugar que só mesmo indo lá para se sentir, e mais, experimentar a paz e uma luminosidade que se sente na alma...de verdade....

Estar em Machu Picchu, meditar naquelas montanhas, mergulhada naquela luz, naquela paz e sentir toda aquele magnetismo que nos cerca, vai ficar para sempre gravado na minha alma...
Foi realmente uma experiência ímpar...recomendo à todos...de verdade...
Gratidão eterna ao povo peruano que nos acolheu com tanto amor e a nossa amada Pacha Mama!!
Amor
Lilian

2 comentários:

  1. Olá gente!
    Primeiramente parabenizo pelo trabalho que fiz em ajudar aos brasileiros que desejem conhecer Machu Picchu, quem escreve é um amante da cultura brasileira e graças a deus já teve a sorte de morar no Brasil por um bom tempo, agora voltei ao Peru – Cusco para mostrar a todos os brasileiros que desejem conhecer a terra dos incas.
    Se alguém deseja algumas dicas e recomendações pra a sua viagem, sera tudo um prazer ajuda-los em realizar o sonho de conhecer Machu Picchu Cusco, Lima, Lago titicaca, Arequipa, Nazca, Paracas, Puno, Trujillo e outros destinos que ainda não foram explorados pelo brasileiros. Gostaria compartilhar as nossas dicas e recomendações para a sua viagem ao Peru> www.viagensmachupicchu.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi! quero agradecer muito pelos serviços muito bons. Obrigado

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails