7 de outubro de 2011

Morada natural...



"Podemos notar que um pensamento não pode estar atento. Um pensamento acontece a você, e você (como consciência), nota ele surgir e desaparecer depois. Mas um pensamento pode notar alguma coisa? Não! Os pensamentos são notados! Eles não podem notar! Quem nota os pensamentos? VOCÊ. Consciência.

Muitas vezes precisamos de uma delicada investigação silenciosa para perceber isto que estamos apontando aqui, e por isso a meditação é tão importante.

A meditação lhe dá a clareza e a experiência direta e viva de tudo que está sendo dito aqui. Ela existe para você parar, e ver mais facilmente quem você é - antes, durante e depois dos pensamentos. E você é silêncio e paz, antes, durante e depois dos pensamentos! Sua mente pode estar cheia de pensamentos, mas se você está centrado no espaço que você é que não é um pensamento, então você é silêncio.

Portanto, seu acordar vai despertar você para a paz que você é em essência neste momento, não importando com o que seu corpo ou sua mente estejam envolvidos. Isto é pura liberdade!

Este eu puro que observa é como um vazio consciente. É um sentimento de vida, um sentimento de existência, uma Presença Oculta.

Esta consciência que observa não contém ranhuras, conflitos, divisões, nem dualidade, nem opostos, sendo simplesmente um reflexo da mais pura existência, do milagre da vida acontecendo num corpo humano. E é isto que precisamos amar, conhecer, nos devotar, para que possamos ir para o mundo e não nos perder nos pensamentos e emoções aflitivas infinitas.

Não há nenhum problema com o que você aprendeu com o mundo, nenhum problema com os pensamentos ou emoções, pois isto tudo é belo, é um lindo aprendizado da escola terra para criar o que você chama de uma pessoa. Mas na identificação cega com os pensamentos, no momento em que você (consciência que observa) esquece sua pureza natural, e se mistura com a energia do corpo, sofrerá todas as consequências de suas circunstâncias no mundo, e como o seu corpo está, você estará. Assim como sua mente está, você estará.

É o mesmo que dizer que, se seu carro estraga, você estraga junto. Mas você não é o carro! É como dizer que se seu amigo está em depressão, você entra em depressão junto. Mas você não é seu amigo!

Dê-se conta então que você não é seu corpo e nem sua mente, e não sofrerá as agruras e mazelas do corpo e da mente.

Corpo sente. Mente pensa. Você é uma testemunha.

O corpo e a mente estão envolvidos em karma (passado), misturados no mundo dos gens, da educação, dos condicionamentos humanos. Ao invés de procurar um corpo e uma mente perfeitos, olhe e centre-se no que já é perfeito neste exato momento.

Este é o convite de todos os mestres iluminados. Centre-se no que já é iluminado por natureza. Aquiete-se em sua morada natural pela meditação e a auto investigação."
Swami Naseeb em A Realização do Absolutamente Óbvio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails