24 de maio de 2011

Pequenos gestos...



Nosso dia floresce mais e mais com os detalhes pequeninos, cotidianos,
sutilezas,
simplicidades...

Nem nos damos conta de que são mesmo os pequenos gestos que mais nos tocam o coração,
que mais atingem como flechas luminosas nossa alma,
que ao percebê-los, canta, sorri e se sente acolhida naquele momento,
e como se fosse para sempre,
nos sentimos em casa, no meio do mundo,
abolutamente em casa...

As cenas do dia a dia se desdobram,
entre o piscar de olhos,
entre o inspirar e o expirar
vão passando,
E o perfume de um abraço sincero,
O toque de uma mão na nossa mão,
Um afago nos cabelos,
Um beijo,
Uma palavra que foi dita para nos fazer sorrir,
Uma lembrança que foi trazida para nos emocionar de paixão
Uma xícara de chá quentinho, surge assim de repente, naqueles dias frios, chuvosos...

É assim que florescemos, na tranquilidade do amor acolhido ao longo de nossas vidas,
Não são necessários grandes gestos, grandes demonstrações de alguma coisa,
Mas esses pequenos momentos de verdade dizem tanto, mostram tanto, sem dizer
Que a alma se torna cada vez mais sutil em perceber.

É como se a alma fosse feita dessa sutileza também,
E a partir desses pequenos gestos a alma se reconhecesse,
E aos poucos encontrasse seu lugar,
Que pode ser um lugar qualquer,
Mas com certeza é um lugar perfumado de amor,
Nem nome é necessário ter,
Mas esse perfume amoroso dos pequenos gestos...
Ah! Isto é fundamental...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails