23 de maio de 2011

Há somente Ser...


"Não há indivíduo fazedor.

É algo difícil para a mente compreender, porque a mente faz parte do fazedor pessoal, e ela pensa que faz todas as coisas. Tenho recebido cartas de pessoas que dizem: Como eu posso parar de pensar ? Que eu posso fazer para parar de ser negativo? Como eu ultrapasso o medo?

Alguém consegue parar com os pensamentos Alguém tem poder sobre suas emoções ? Não, isso não pode ser feito.

Tão logo pensamos que podemos controlar nossos pensamentos, nossas emoções e nossos medos, estamos entrando em tumulto. O que nós chamamos de culpa e medo, e todos os tumultos emocionais, são nada mais que um pensamento, a crença de que você é o FAZEDOR PESSOAL. Disso vem culpa, e culpa automaticamente traz a massa de sentimentos e emoções.

O pessoal em você (que você pensa que você é) não faz nada. Absolutamente nada.

Vamos passo a passo. A parte humana do ser humano não tem controle. Quando o humano, o qual é a mente diária condicionada programada, diz, Eu quero controlar, Eu estou com medo de perder o controle, isso é o que cria dor emocional, ataque de pânico, e problemas de ansiedade.

Uma coisa que você continua perdendo é a simplicidade da realidade. Você é um ser humano.

O humano é um computador, nada mais, nada menos. Mas há uma coisa que nós como seres humanos temos acima do computador – nós somos um ser. Isso é o que temos esquecido. É o Ser que faz todas as decisões e todas as escolhas, todas as coisas. Mas porque nós nos identificamos com o humano e queremos controle, nós estamos trabalhando de uma premissa ilusória. Eis porque nós ficamos frustrados, confusos, e até insanos.

É o Ser que controla todas as coisas. Então a pergunta surge: O que é isso que decide ? O que é isto que age através de nós, como se isso fosse nós ?

Há três fatores importantes para entendermos isto.

O primeiro é o destino.

O segundo é condicionamento.

E o terceiro é amor incondicional. Esses três determinam cada ato, cada pensamento, cada crença, todas as coisas que acontecem a você, ao qual você pensa que você fez.

Vamos focar o destino, ao qual você não tem absolutamente controle. Destino determina o que você é nesta vida particular. Por exemplo, um homem ou uma mulher. Você não tem escolha sobre isso nessa vida particular. (...) Não há nada de errado no destino. O signo astrológico, se você é introvertido ou extrovertido – isso é seu destino. Destinos nos dá inclinações e tendências que não mudam.

Então vem o condicionamento. Seus pais, nacionalidade, suas crenças religiosas, o sistema político, sua raça, todos os diferentes fatores do meio ambiente formam seu básico ponto de vista e seleção mental.

Quando nós colocamos destino e condicionamento juntos, nós temos o que nós chamamos de programação. Eis o computador mental. O computador é inútil até que você programe ele, e nó seres humanos somos a mesma coisa. A programação decide e pensa – apenas parece ser nós.

Mas há uma coisa que nós temos que um computador não tem. Nós somos um Ser. E Ser é consciência, amor. Mas, quando nós falamos sobre amor, teremos que voltar para as idéias sobre o amor, então eu gostaria que você pensasse no amor como ESPAÇO.

Ser é ESPAÇO. Isso é o estado do Ser. Espaço.

É através da inteligência do Ser que seu coração está batendo. Agora, quem está respirando você ? Ser. Quem está mantendo seu coração batendo ? Ser. Quem faz você agir ? Ser.

Ser faz todas as coisas. Há somente consciência. Não há nada exceto consciência.

Você sabe, quando eu era garoto. Eu acreditava que tinha de fazer a vontade de Deus. Então eu me dei conta de que tinha a vontade de Deus e a minha vontade. Se eu faço algo mau, eu estou fazendo algo mau e não a vontade de Deus. Mas mais tarde você realiza que não há tal coisa como sua vontade. Há somente a vontade de Deus. Mesmo quando você pensa que está fazendo da tua maneira, você está fazendo a vontade de Deus. Quando você pensa que você está fazendo uma decisão, você na verdade faz a vontade de Deus.

Deus é consciência. Tudo que há é consciência. Nada há exceto consciência.

Então quando nós falamos sobre o ser humano, nós podemos dizer que destino e programação são programações, e a parte do Ser é Amor Incondicional. Isto apenas é. Isto é um espaço. Eu gostaria que você pensasse isto assim dessa maneira – pense em um vaso. Poderia ser bonito ou feio – o ponto é, o que é há útil num vaso ? Não é o seu espaço vazio, certo ? Se o espaço vazio isto poderia conter alguma coisa. O vaso é inútil. Mas quando nós olhamos um vazo, nós olhamos o vaso e não seu propósito.

Isso é também o que acontece conosco. Nós olhamos uma pessoa e nós vemos personalidade e corpo, e não realizamos que o que faz o humano possível, o que faz uma pessoa, é o espaço, o Ser.

O maravilhoso sobre o ser humano é que o humano na verdade não existe. Isto é o Ser aparecendo como humano. Tem sido cientificamente provado que o corpo é nada mais que energia que é solidificada através da estrutura molecular do pensamento. Cada célula do corpo, cada uma é inteligente e consciente e sabe exatamente o que fazer. Se você se corta, ela sabe exatamente o que fazer para reparar e curar a si mesma. Isto é uma inteligência surpreendente.

De onde essa inteligência vem ? Está vindo do corpo ou do Ser no corpo. É o Ser que faz tudo. Da mesma maneira que seu cabelo cresce, seu sangue pulsa, suas emoções e sentimentos e todas as coisas estão sendo feitas pelo Ser.

Nós sempre pensamos em termos de dois, não de um. Nós fazemos isto com o ser humano, pensando que isto é um humano e um ser, dividindo isso em dois, mas em realidade não há ser humano – há somente Ser aparecendo como humano. Há somente Ser.

Burt Harding em Satsang

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails