3 de outubro de 2013

Relaxe naquilo que É! - Byron Katie

´

"O único momento em que nós sofremos é quando acreditamos em um pensamento que briga com o que é. Quando a mente está perfeitamente clara, o que nós queremos é o que é. 

Se você quer que a realidade seja diferente do que é, você tem, também que tentar ensinar um gato a latir. Você pode tentar, tentar e no fim o gato vai olhar para você e dizer? Miau? Querer que a realidade seja diferente do que é, é inútil.

E ainda, se você prestar atenção, você vai notar que você tem pensamentos assim dezenas de vezes por dia? As pessoas deveriam ser mais gentis? Crianças deveriam se comportar bem? 
Meu marido (ou minha esposa) deveria concordar comigo? Eu deveria ser mais magro(a) ou mais bonito(a) ou ter mais sucesso? Estes pensamentos são maneiras de querer que a realidade seja diferente do que é. Se você pensa que isso parece depressivo, você está certo(a). 

Todo esse estresse que nós sentimos é causado por brigar com o que É.

A Investigação dos pensamentos revela que, o que você pensa que não deveria ter acontecido, deveria ter acontecido. 

Isso deveria ter acontecido porque aconteceu e não há pensamento no mundo que possa mudar isso. Isso não quer dizer que você concorde ou aprove isso. Isso só significa que você vê as coisas sem resistência e sem a confusão da sua luta interior. 

Ninguém quer que seus filhos fiquem doentes, ninguém quer estar em um acidente de carro; mas quando essas coisas acontecem, como pode ser útil brigar mentalmente com elas? Nós sabemos que não é o melhor, mas ainda assim, fazemos isso porque não sabemos como fazer para parar.

Eu sou uma amante do que é não porque eu sou uma pessoa espiritual, mas porque me machuca quando eu brigo com a realidade. 

Nós podemos saber que a realidade é boa exatamente como ela é, porque se nós brigamos com ela, nós experimentamos tensão e frustração. Nós não nos sentimos naturais e em equilíbrio. 

Quando nós paramos de nos opor à realidade e relaxamos, as ações se tornam simples, fluidas, gentis e sem medo."
Byron Katie em Satsang

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails