29 de agosto de 2011

Me deixei levar...



Me deixei levar por um sorriso simples
Numa sexta feira qualquer
Em uma esquina
Não era feriado nem dia santo,
Porém aquilo ali
Simplesmente,
Se tornou eternidade...

Vieram lembranças de coisas que nem vivi
Vieram sentimentos que nem reconheci
Vieram batidas no coração que nunca, jamais estiveram ali.

As nuvens passavam apressadas
Mas ali
Não havia nem sombras, nem escuridão
Só mesmo um sol imenso
E o nascimento sublime de uma paixão...

Nada pedi
Nada pensei
O momento se fez magia
E num instante vastos campos se abriram diante de mim
E no peito a aurora radiante que explodia em luz...

Me deixei levar por um sorriso simples
Numa sexta qualquer
Em uma esquina
Depois daquilo já era uma outra pessoa
Outro ser
Ali em um segundo,
Deixei todos os medos e desafetos
Só levei os desafios,
E então,
Sorri também...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails