14 de maio de 2010

Medo X Raiva...


Entre o medo e a raiva...o que nos resta?
Nenhum dos dois...
Estava lendo outro dia um artigo de um grande amigo, que refletia sobre essas duas emoções tão básicas,
Contração - medo, Expansão- raiva, Fuga- medo, Luta-raiva;
Quando paramos e refletimos sobre esses dois aspectos que caminham conosco por toda vida, percebemos que se trata da mesma energia, que ora se contrai, e se volta para a auto preservação, e ora se expande e vai a luta, compete, briga, explode...mas trata-se da mesma energia..
Existem inclusive algumas técnicas terapêuticas em que é possível se transformar a emoção do medo em raiva e vice-versa, se apenas mudamos o ritmo da nossa respiração...
Esses dois aspectos emocionais são na verdade frutos de uma consciência que percebe a vida, o mundo, a realidade sob o prisma da competição, da dualidade, das diferenças...
Se somos todos diferentes, separados, e estamos na luta pela sobrevivencia, pelo espaço, pelo dinheiro, pelo trabalho, enfim, somos competidores em um ringue de luta e combate, é claro que a raiva e o medo são absolutamente necessários...afinal estamos uns contra os outros...

Mas o verdadeiro salto de consciência é quando nos damos conta de que na verdade não estamos em luta uns contra os outros, na verdade somos todos um, e que apesar das nossas "diferenças" são meramente aparentes, não são diferenças reais...somos todos aspectos de uma consciência única que emerge em infinitas aparências, formas, manifestações, mas ainda permanece a mesma e única consciência...que é o que somos de fato...consciência, apenas isso....
Juntamente com essa consciência una, fica claro de que nunca fomos separados, nada nunca foi separado de nada, pois isso é impossível de se dar, já que não temos autonomia, somos todos absolutamente inter-dependentes...respiramos o mesmo ar; habitamos o mesmo planeta; temos basicamente as mesmas necessidades; realmente precisamos uns dos outros...enfim...

Olhar para a criação, para a existência, e ver o Todo em cada detalhe, cada ser, cada um de nós representa uma única, original, e sempre nova criação da existência, de Deus...
Na superfície somos bem diferentes...aliás a superfície é mesmo feita para ser diferente....mas na essência, em profundidade somos todos a mesma e única manifestação...sempre...

Então aonde ficamos com a nossa raiva e nosso medo?
Fica claro que ultrapassando as barreiras mentais das diferenças, residência do medo e da raiva....como disse no início nenhum dos dois...rs
O que encontramos nas profundezas do nosso Ser e de todos os seres? Apenas a serenidade e a paz...a ausência de conflitos, e a total compreensão de que somos todos o mesmo corpo, o mesmo Espírito, a mesma consciência, e que a existência acontece em nós, e através de nós, estamos na dimesão Búdica, Crística que é a nossa natureza verdadeira essencial...
Tudo absolutamente perfeito como deve ser...
Mesmo que jamais compreendamos qualquer coisa...Deus É...
E isso basta...
Amor
Lilian

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails