1 de maio de 2010

Luz e Escuridão...


"Nada existe além da divindade. O que chamamos Satã, ou satânico, não é nada além de nossa não-aceitação. O que chamamos de "mal" é somente nossa não-aceitação.
Se pudéssemos analisar o que chamamos de mal, descobriríamos imediatamente o bem escondido ali.
Se pudéssemos analisar profundamente o pesar nós encontraríamos a felicidade ali. Se pudéssemos analisar uma maldição de perto, encontraríamos uma bênção escondida nela. Na realidade, o bem e o mal são apenas dois lados da mesma moeda. (...)
A entidade que estou chamando de desconhecido é a fonte de todas as nossas vidas, é a base da existência.(...) É dessa fonte de existência que a escuridão e a luz surgem...
Sentimos medo na escuridão, por isso nossas mentes querem acreditar que o diabo deve ser o criador da escuridão. Como gostamos da luz, nossas mentes querem acreditar que o divino deve estar criando essa luz. Mas assim, não há nada ruim na escuridão, ou bom na luz.
Aquele que ama a existência encontrará o bem tanto na escuridão quanto na luz.
A realidade é que por causa desse medo que temos da escuridão, nunca somos capazes de conhecer a beleza das escuridão. Não temos a chance de apreciar o sabor, o mistério da escuridão. Nosso medo é feito pelo homem. Saímos de cavernas, passamos pelas selvas....a escuridão era perigosa lá; animais ferozes podiam nos atacar, a noite era assustadora. É por isso que quando o fogo apareceu, nós o aceitamos como um deus- porque então a noite tinha se tornado segura.(...) Por isso em nossos corações a luz tem sido associada a falta de medo.
Mas a escuridão e a luz têm seus próprios mistérios, Tudo que acontece nessa vida que tenha qualquer significado acontece com a cooperação tanto da escuridão quanto da luz. Nós enterramos a semente na escuridão, mas a flor surge na luz.

Plantamos a semente na escuridão, embaixo da terra, as raízes se espalham nessa escuridão, mas as flores crescem no céu, na luz. Deixe uma semente na luz, e a flor nunca aparecerá;(...)

Uma criança é criada na escuridão profunda de ventre da mãe, onde não entra sequer um raio de luz, depois quando já está formada, surge na luz.
Portanto, tanto a escuridão quanto a luz são a base para a mesma energia de vida. E a divisão, a polaridade, a contradição da vida são criadas pelo homem. (...)
Não, não existe nada como Satã. Se vemos Satã em algum lugar, estamos cometendo um grande engano. Uma pessoa religiosa não consegue ver Satã em lugar algum. Apenas coisas de Deus existem."
Osho em Guerra e Paz Interior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails