13 de maio de 2010

Início...


"Onde você estiver, é sempre o início.
É por isso que a vida é tão bela, tão jovem, tão virgem.
Quando você começar a pensar que algo está completo, começará a ficar morto.
A perfeição é morta; assim, os perfeccionistas são suicidas.

Desejar ser perfeito é uma maneira indireta de cometer suicídio.Nada jamais é perfeito, não pode ser, porque a vida é eterna.
Nada jamais se conclui; não existe conclusão na vida — apenas pontos cada vez mais elevados. Quando você atinge um ponto culminante, um outro está desafiando-o, chamando-o, convidando-o. Assim, lembre-se sempre de que onde você estiver é sempre um início. Então você sempre permanece uma criança, você permanece virgem.

E essa é toda a arte da vida: permanecer virgem, permanecer novo e jovem, não corrompido pela vida, não corrompido pelo passado, não corrompido pela poeira que normalmente se junta nas estradas da jornada.
Lembre-se: cada momento abre uma nova porta.
Isso é muito ilógico, porque sempre pensamos que, se houver um começo, deverá haver um fim. Mas nada pode ser feito.
A vida é ilógica: ela tem um começo, mas não tem um fim.
Nada que está realmente vivo jamais termina, mas segue continuamente em frente."
Osho, em "Osho Todos os Dias"

Já que a Vida é verbo, (Viver), não é substantivo, significa que é fluxo, movimento constante, mesmo quando não percebemos, o fluxo é a constante da vida...ela só pode ser nova a cada instante, não tem como ser diferente. Se essa consciência é perdida e começamos a ver a vida com o olhar de tudo igual, significa que estamos na mente, estamos no casulo, caixa preta da mente, do ego que rotula, cadastra, classifica e julga o que existe, acreditando que isso irá mudar a existência...mero engano...estamos na verdade em lugar nenhum...rsrs
Para a existência isso não faz a menor diferença...ela segue vida, nova, virgem a cada momento...só nos resta entrar nesse fluxo com ela e celebrar o eterno início...
Amor
Lilian

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails