20 de novembro de 2013

Vocês são Intocáveis! - Mooji


"Na bola de cristal da consciência está contida a sensação do observador percebendo, informando e se identificando com a experiência da diversidade, se expressando fora e dentro da forma e também através dela. A sensação de eu-sou é a semente que faz tudo brotar. O eu-sou não pode expressar a si mesmo sem a forma. Sem a forma, não pode experimentar-se.

Ninguém pode ver o observador do eu-sou. 
Não se pode usar o intelecto além do eu-sou. 
Assim é que pergunto: Quem é que conhece inclusive o próprio intelecto? 
Inclusive sua tendência a pensar, junto com o próprio pensar - está sendo observado por Isso - que está mais além do pensamento. 
Então: Para que serve o pensar? 
É redundante.

Muitos de vocês tem medo de ir além da capacidade intelectual da mente. Existe a noção de que não-mente é equivalente a loucura. - Se perco minha cabeça, fico louco!

Descubra o que é que se agarra a mente e o que a abandona. Por que isso é a própria mente! 
Você é isso na qual está contida a mente, com todas as suas idéias e noções, inclusive a loucura. 
Como se pode enlouquecer ao descobrir quem se é?

Não há nada de mal com o pensamento. Não há mal em nenhum objeto. Mas uma identificação errônea com ele cria esse engodo, e você está aqui para descobrir esse auto-engano. Ao examinar o "eu" descobrirá que o "eu" não pertence a ninguém.

Eu sou é liberdade.
Eu sou é Ser. 
Eu sou não se mistura com nada, é o perfume da dimensão plena, que resplandece em cada corpo. Essa divindade em meu corpo "fala" a essa mesma divindade em seu corpo. Aquele que olha através dos meus olhos, é o mesmo que olha através dos teus olhos.
Descubra essa verdade, e isso se revelará. Aquele que descobre Isso, é aquele a quem Isso é revelado são Isso mesmo.

Não é necessário que quebres a cabeça tentando compreender.
Isso se revela a si mesmo, no momento perfeito. (...)

O estado natural da mente é estar silenciosa, vazia, aberta. Existe sem nenhuma intenção. 
Se você acredita que necessita praticar o silencio, fazer silencio, criar silencio, então, significa que você ainda não compreendeu.
Tudo isso, o universo inteiro, já está acontecendo em silencio.

Não se trata de sair correndo em busca de silêncio. Se trata de reconhecer o silêncio que não pode ser perturbado, aí mesmo onde estás, sejam quais forem as circunstâncias, por mais ruído que exista. Não existe nenhuma ação, não é um comportamento ou uma imposição. Você e o silêncio são o mesmo.

Todo esse falar, toda essa explicação tem por objetivo revelar seu próprio silêncio. E também não existe falta de tempo! Quando está em frente ao espelho, este não diz: -Olha, agora estou ocupado, volte daqui a meia hora!

Igualmente é o espelho da indagação. Ele te revelas de imediato! E assim você chega a conhecer o indescritível, o sem forma, diretamente. Talvez não possa falar dele, mas seu sofrimento acaba. Seus medos acabam. A morte é conquistada!

Muitos de vocês, diante da oportunidade de descobri-se, temem e saem correndo, com medo de queimar o último apego ao "eu". 
A oportunidade é seguir em frente e ver que você são intocáveis!"
Mooji em El Latido de lo Absoluto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails