14 de novembro de 2013

Cabeça e Coração - Osho


"Osho, você poderia falar algo sobre o mistério das mulheres?

Esta é uma das questões mais antigas. O homem sempre se sentiu confuso em relação às mulheres, e o verdadeiro problema não é o homem, nem a mulher. Reduzido ao factual, ao existencial, o problema está entre a cabeça e o coração.

A cabeça não consegui entender o mistério do coração. A cabeça é lógica, racional, matemática, científica; o coração nada sabe da razão, nada sabe da lógica. O coração funciona de uma maneira totalmente diferente. Seu funcionamento cria na cabeça a ideia do mistério. Essa não é uma pergunta sobre as mulheres; é uma pergunta que surge porque as mulheres funcionam através do coração e o homem funciona através da cabeça. Você já ouviu alguma mulher perguntar qual é o mistério do homem? Elas simplesmente o conhecem

O problema vem do raciocínio lógico. É um fenômeno muito superficial. Ele é bom com objetos, com coisas mortas; ele lida com eles perfeitamente bem, porque uma coisa morta não tem interioridade, uma coisa morta não tem ser interior, não tem vida. O cientista está perfeitamente correto com relação aos objetos, mas no momento em que passa a pensar sobre a subjetividade - a interioridade - ele fica desnorteado, porque a razão não consegue funcionar ali.

O coração sabe sem nenhum processo de conhecimento, sem nenhum silogismo, sem nenhum argumento. Como você sabe que a rosa é bela? Essa é uma conclusão racional? se você colocar a razão nisso, não será capaz de provar que a rosa é bela porque a razão não consegue compreender o fenômeno da beleza.

Quando você diz que a rosa é bela, você está funcionando com o coração. Quando você diz que a noite estrelada o extasia, esta não é uma declaração racional; se você for obrigado a prová-la racionalmente, estará totalmente perdido. Então, de repente, toma consciência de que foi o coração que falou, e que a cabeça é absolutamente incapaz de descobrir como o coração funciona.

Mas o coração não tem a mesma dificuldade em relação à cabeça, porque a cabeça é superficial e o coração está inserido bem fundo dentro de você. O que é mais baixo não consegue entender o que está mais alto. O mais alto simplesmente entende o mais baixo - não há necessidade de qualquer raciocínio.
Seu coração é ao mesmo tempo mais elevado que sua cabeça e mais profundo que sua cabeça. (...)


Nenhum marido e nenhuma esposa estão em situação de entender um ao outro. O desentendimento é a situação natural. O homem diz algo, a mulher imediatamente entende outra coisa. O homem não consegue acreditar como ela chegou aquela conclusão - para a mulher aquela conclusão é absolutamente clara, não há qualquer dúvida a respeito dela. E independentemente do que ela diga, o homem não consegue percebê-la.(...)

Então, eu gostaria de enfatizar o ponto de que a pergunta, desde o início foi formulada de uma maneira equivocada. Não se trata do mistério das mulheres, trata-se do mistério do coração - que a cabeça é incapaz de decifrar. O coração não tem problemas com relação à cabeça; ela é uma camada inferior, mais superficial, e o coração a entende. Então, quando os homens dizem que as mulheres são um mistério, as mulheres simplesmente sorriem para si mesmas: " Veja que idiotas" 
Vocês já ouviram alguma mulher dizer que as mulheres são misteriosas? Elas conhecem perfeitamente bem uma à outra. Não há mistério.

Será melhor entender também em uma dimensão diferente. Esqueça o homem e a mulher; pense em sua própria cabeça e em seu próprio coração. Eles tem uma comunhão? São capazes de entender um ao outro? (...)

O amor vem do coração, ele não pode vir da cabeça. (...) O amor é um mistério...até seu próprio coração é um mistério para você. (...)
Quando o coração e a cabeça estão juntos, você está mais completo, mais inteiro. O coração é a parte, a cabeça é a parte, mas juntos... Se for possível uma comunhão, sua força será duplicada, será multiplicada. Como a cabeça e o coração chegam a um ponto de encontro? Esta é uma questão multidimensional. (...)

Eles se encontram na meditação, porque na meditação a cabeça está vazia e o coração está vazio: a cabeça está vazia de pensamentos e o coração está vazio de sentimentos. Quando há dois vazios, você não pode mantê-los separados, porque não há nada entre eles para mantê-los separados. Dois zeros tornam-se um zero...Dois nadas não podem existir separadamente; eles são propensos a se tornar um, porque não há sequer uma cerca entre eles.(...)

Se você observar bem, cada flor é um mistério. De onde vem essas cores? Todo o arco-íris é um mistério, cada momento da vida é um mistério. 
O simples fato de você estar aqui... Não é um mistério que você não esteja em nenhum outro lugar, mas sim aqui?

Quando seus olhos estão claros, e sua cabeça e seu coração não estão mais em conflito, tudo começa a se tornar misterioso. Então você não quer desmistificar isso - porque isso seria absolutamente feio e criminoso! 
O mistério da existência tem de ser bem recebido como ele é. Dissecá-lo, desmistificá-lo é uma violação, uma agressão, uma violência.

Um homem que medita simplesmente desfruta das flores, dos pássaros, das árvores, da chuva, do sol, da lua, das pessoas. É bom que todos nós estejamos imersos em um todo misterioso. A vida seria extremamente tediosa se todo o  mistério fosse decodificado."
Osho em Inocência, conhecimento e encantamento.

2 comentários:

  1. Bom dia!
    Muito obrigada por este texto.
    Paz e Luz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Janice! Obrigada por sua presença! Paz e luz! Namaste!

      Excluir

Related Posts with Thumbnails