18 de abril de 2012

Om, Amin, Amém...



"Deus é o criador, o preservador e o destruidor do universo que emana Dele, é sustentado por Ele no próprio ser Dele e também é re-absorvido Nele.

Somente Deus é real e o universo está no domínio da ilusão, mesmo sendo a manifestação do próprio Deus.

O mundo ou criação surge do Ser eterno e infinito de Deus através do ponto da criação, que é referido como o ponto "Om"Itálico. Ninguém pode atingir uma paz duradoura, a menos que entre em contato e transcenda este ponto Om.

Portanto, frequentemente encontramos o símbolo sagrado Om aparecendo em justaposição com a palavra "Shantih", que significa paz.

A semelhança fonética entre Om, Amin e Amém é sugestiva de muitas coisas.

As palavras sagradas Amin e Amém são frequentemente usadas no final de orações muçulmanas e cristãs. Ambas significam "Assim seja". Vindo de um homem, "Assim seja" é uma benção ou um desejo; mas vindo de Deus é a criação. A criação é o Amin ou Amém de Deus, isto é, um imediato e instantâneo cumprimento de Sua vontade irrompendo em realidade.

A palavra árabe Amin vem da raiz Omn, que significa segurança ou paz e, portanto, Amin pode ser considerado como um equivalente, ou pelo menos um parente de Om, que também está associado com a paz.

Todas as orações de diversas religiões tais como o Hinduísmo, o Islamismo e o Cristianismo têm uma referência ao Criador.

A criação é o maior mistério com o qual todas as criaturas, incluindo os seres humanos, são confrontadas. O mistério não pode ser desvendado ou realizado a menos e até que o homem conscientemente torne-se unido com o Criador e realize a si mesmo como sendo um com Deus, que é simultaneamente o Criador e a criação em Um, de uma só vez incluindo e transcendendo ambos em Seu Ser infinito."
Meher Baba em O Mistério da Criação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails