24 de abril de 2012

O Poder da Presença...


"Perceber, de repente, que você está ou tem estado preso ao sofrimento pode lhe causar um choque. No momento em que percebe isso, você acabou de romper com a ligação. O sofrimento é um campo de energia, quase como uma entidade que se alojou temporariamente no seu
espaço interior. É a energia da vida que foi aprisionada, uma energia que não está mais fluindo.

Claro que o sofrimento está ali por causa de certas coisas que aconteceram no passado. Ele é o passado vivo em você.
E, se você se identifica com ele, se identifica com o passado. Uma identidade vítima acredita que o passado é mais poderoso do que o presente, o que não é verdade. É a crença de que outras pessoas e o que fizeram a você são responsáveis pelo que você é hoje, pelo seu sofrimento emocional, ou por sua incapacidade de ser o verdadeiro eu interior.

A verdade é que o único poder está bem aqui neste momento: o poder de sua presença. Uma vez que saiba disso, perceberá também que só você é responsável pelo seu espaço interior no presente instante e o passado não consegue prevalecer contra o poder do Agora.

A inconsciência cria o sofrimento. A consciência transforma o sofrimento em si mesma.

São Paulo expressa esse princípio universal de uma forma linda ao dizer: "Tudo é revelado ao ser exposto à luz, e o que for exposto à própria luz se torna luz."

Assim como não se pode lutar contra a escuridão, não se pode lutar contra o sofrimento. Tentar fazer isso poderia gerar um conflito interior e um sofrimento adicional.
Observar o sofrimento já o bastante. Observá-lo implica aceitá-lo como parte do que existe naquele momento."
Eckhart Tolle em O Poder do Agora

Aqui Eckhart Tolle nos foca no momento presente, seja ele qual for, como for o momento presente é real, é a REALIDADE. E por pior que seja a realidade, é e será sempre superior a qualquer fantasia, a qualquer imaginação, simplesmente porque ? porque é real. Para que o momento presente acontecesse, seja lá do jeito que for, todo o universo contribuiu com todos os eventos de todos os átomos, de todos os seres desde a criação. O que presenciamos aqui e agora é o resultado de toda e criação, e cada mínimo detalhe representa esta fabulosa teia da existência acontecendo bem diante dos nossos olhos.
Cada detalhe, por menor que seja, revela uma infinidade de eventos que culminaram naquele pequenino instante...

Entrar em contato com a realidade não é simplesmente ficar passivo, ou apático a ela, mas pelo contrário é trazer mais e mais consciência a tudo que acontece, seja no interior ( pensamentos, sentimentos, emoções ) seja no exterior. E perceber cada vez mais que, tanto o que acontece internamente como o que acontece externamente, são apenas aspectos complementares de uma mesma e única realidade que se revela. Revela-se à consciência que observa, e esta é a pura presença que não julga, mas observa e integra tudo nela mesma.

A observação consciente, trás em si o brilhantismo de fluir com o momento presente, e fazer as escolhas que o momento pede, não a partir de condicionamentos mentais passados, mas de uma maneira luminosa, vibrante e única. Fluindo sempre autentica, eterna e espontânea como a própria vida, como a própria luz...
Amor,
Lilian

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails