14 de novembro de 2011

Sofrimento e inconsciência...


Muitos me perguntam porque a vida é tão complicada, tão cheia de problemas e sofrimentos...

Para isso começo com uma outra pergunta: Você sabe quem você é? Não deve saber, porque se soubesse verdadeiramente, viveria a vida na plenitude de quem vive no seu próprio lar, e tudo o que acontece, acontece em Si mesmo, nada está fora, nada é estranho, nada é "complicado" ou "problemático"!

A primeira vez que ouvi essa pergunta, a primeira coisa que me veio foi: Claro que sei quem eu sou. Tenho um nome, uma profissão, nasci em tal lugar, minha família é tal, faço isso, vivo aqui, etc, etc..
Só que, na medida que eu ia dando as minhas respostas, meu mestre ia me mostrando que nada do que eu respondia era da esfera do Ser, tudo era do fazer...tudo era rótulo que um dia colocaram na minha cabeça, ou me falaram, e eu acreditei e continuei repetindo para mim mesma e para os outros.

Curioso, que quanto mais questionamos as respostas que damos, mais vemos que não existe nada real ali. Por exemplo: O nome que recebemos: um som, um mantra, que poderia ser qualquer outro. A profissão: um fazer, que poderia ser qualquer outro; nossa história de pertencer a tal família, viver em tal cidade, tal país etc..meras histórias que poderiam ser qualquer outra, e que não existem realmente, só na dimensão da memória; sem memória, nada daquilo persiste; Vamos vendo que a realidade é aquilo que está diante dos nossos olhos, e que é tão efêmera, que a cada piscada já é tudo diferente. E isso vale também para aquilo que se passa subjetivamente, ou seja, aquilo que sentimos, aquilo que pensamos, tudo é tão efêmero e passageiro que não conseguimos reter nada, nem prever o que virá também. E mais, tudo que sentimos, pensamos também não é exclusivo meu, ou seu...isso é curioso também, porque, os sentimentos são os mesmos, os pensamentos são os mesmos, as idéias também...é como se partilhássemos do mesmo oceano, mas não nos damos conta disso, e aparentemente eu sou totalmente diferente de você, mas quando começamos a investigar detalhadamente vemos que não, nós somos na verdade tão semelhantes, mas tão semelhantes que as diferenças superficiais não representam nada, perto de tantas e tantas coisas em comum que temos...E isso vale para a humanidade inteira...vale para a existência inteira...

Imersos estamos na mesma e única consciência, no mesmo e único oceano. Somos pequenas ondas, que vão passando por diversas fases, e infinitas experiencias...mas ainda assim, mesmo enquanto ondas, ainda somos e seremos oceano...sempre oceano...Não temo como não ser oceano, já que não temos autonomia, não controlamos nada, nem nossas funções vitais, nem o que irá acontecer daqui a cinco minutos, os sentimentos, pensamentos...o oceano decide, o oceano vive através de cada um de nós...

Essa consciência de que somos aspectos da grande existência, que o nome que recebemos, a profissão que conquistamos, a família, as experiências, tudo o que acontece, tudo isso aparentemente fomos "nós", mas em profundidade mesmo, sempre foi o oceano da existência, foi e é Deus, realizando, vivendo, acontecendo, experimentando através de cada um de nós...

Se olharmos aqueles aspectos que nos fazem sofrer, veremos que são também experiências que o oceano da existência deseja passar, só isso...Se os classificamos como "sofrimento" é porque ainda estamos acreditando que somos nós que controlamos alguma coisa, ou que somos nós responsáveis por alguma coisa, ou que a onda controla o oceano... só isso...

Os Mestres nos apontam que a cura do sofrimento é a consciência de quem realmente nós somos. Sem máscaras, sem fantasias, sem qualquer idealização. E trata-se de uma experiência, uma vivência profunda, uma lembrança de algo que sempre esteve lá essencialmente, não é algo aprendido, é algo relembrado...mas para isso é necessário cair em tentação, ou seja, viver as divisões da mente muitas e muitas vezes, os sofrimentos, os medos, as mágoas, para finalmente reconhecer que somos a Totalidade. Que nunca fomos verdadeiramente onda, sempre, sempre fomos o Oceano... e que todo e qualquer sofrimento acontece somente por desconhecimento dessa única Verdade...
Amor
Lilian

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails