9 de novembro de 2011

Consciência de presença...


"Você não pode agarrar isso. Mas também não pode negá-lo.
Essa é a beleza disso. Quero dizer, não tente, não pegue mais que isso. Isso é simplesmente tudo que é. Você não pode dizer nada por que isso não é uma coisa, isso é uma não-coisa (nada). Isso não tem nenhum conceito, é não-conceituável.

Consciência de presença. Você pode apenas saber que você é. Você não pode negá-lo. Você está vivo bem agora, você sabe que está presente bem aqui e agora; você pode dizer que não sabe porque, mas você sabe que está vivo.
Você sabe que está presente bem aqui e agora.
Isso já é sabido.
Esse senso de presença traduz-se através do pensamento.
Como você traduziria esse senso de presença?

Todos falam a respeito em todos os livros religiosos e tudo o mais: “eu sou”!
Sabe quando você lê: Eu sou aquele eu sou, eu sou isso, sabe?
Você também sabe que ‘eu sou Deus, eu sou Aquilo, e não: ‘eu era’ ou ‘eu serei’.
Sempre ‘eu sou’, ‘eu sou’.

Como você traduz esse senso de ser aqui-agora?
O que está sempre presente com você exatamente aqui agora, nesse momento, sempre fresco, sempre novo, bem aqui agora? Eu sou!
Esse senso de presença se traduz atraves do pensamento ‘eu sou’!

Você precisa, você tem que saber; esse saber tem de estar presente lá primeiro, para você ser ou dizer “eu sou’.
Antes de você dizer o pensamento ou a palavra ‘eu sou’, você é!

Belo!
Você é sempre.
E isso está acontecendo sempre aqui-agora, não vem nem vai!
Isso é muito sutil.

Sabe de uma coisa? Por que eu uso a analogia do espaço tantas vezes?
Isso normalmente é perdido (não é visto).
Isso está sempre aqui.
Sabe quando alguem lhe aponta que a primeira coisa que você vê é espaço, e mais, que ele está em todo lugar?
Você não o faz aparecer, ele está sempre aqui! Ele está sempre presente!
Consciência está sempre presente.
Ela é tudo.
Assim, você é consciência.

O que eu estou apontando para você é sua verdadeira natureza, o você imutável, e quando você tem pessoas dizendo que o que você é, é consciencia imutavel, isso é o que você é, mas isso não é algo grandioso ou extraordinario, isso é seu estado natural - isso é tudo o que falamos aqui.
Sua verdadeira natureza, seu estado natural, é imutável.
É tão familiar para você porque ele não vem nem vai. É tão familiar para você!
Ele é o senso de despertude familiar, cotidiano para você. OK?
Você teve pensamentos essa manhã, você teve pensamentos essa tarde, você ...., você fez isso, fez aquilo, também teve algumas coisas boas acontecendo, algumas pequenas necessidades, emoções, ou o que seja.

Elas vieram e se foram, mas você está aqui. Simplesmente o comum e ordinario você. E não há nenhuma mente presente em você exatamente agora, apenas presença.
Bem agora, você não tem nenhuma mente. Assim aquele que está presente que se sente tão comum e natural é sua verdadeira natureza. O que você chama de mente são apenas os pensamentos indo e vindo. Esqueça a mente.

Você pára de ver quando não tem um pensamento? Você pára de ouvir? Não. Você deixa de ser você mesmo? Não!
Ser, não vem, nem vai, simplesmente é. O que você pode dizer a respeito? Você não pode dizer nada a respeito. Não é algo que você precisa alcançar, ou ganhar ou o que seja, apenas ser. Relaxe e seja, é tudo o que você pode fazer. Quer conhecer a si mesmo, seja você mesmo. O que mais você pode fazer?
Esse é o problema para a maioria das pessoas. É por isso que elas passam tantos anos buscando, não vendo que o que eles estão buscando elas já são. Aquele que está buscando é de fato Consciência, acreditando que tem uma mente a qual é separação, e consciencia acreditando estar separada e querendo voltar para casa.
Agora, você já está em casa! Você é o Uno. Não há nenhuma mente, nunca houve uma mente. A mente não tem nenhum poder, o pensamento eu vejo não pode ver. Não há nenhuma entidade em você . Essa é a beleza. Não há nenhum ego, não há nenhuma mente, não há nenhum ‘mim’. Nunca houve. ..... as pessoas estão enlouquecendo por toda parte por causa de uma falsa crença. Que jamais foi investigada.


Bob Sailor diz: “O falso não pode suportar uma investigação mas a menos que você investigue, como você pode ver”? Porque as pessoas estão tomando a crença como verdade. É o que Bob diz todo o tempo: as pessoas tomam o falso como verdade e a verdade como falso! Tão simples!

Seja você mesmo e está feito.
Não há nada para se obter, apenas compreender que os pensamentos não tem nenhum poder . Isso é tudo."
O Ser por Jean Pierre Gomez

2 comentários:

  1. Eu estou maravilhada com a leitura destes textos. Sou imensamente grata por ter o privilégio de ler epoder conhecer a verdadeira verdade... Namastê.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vinda Aurora Deus! Fico feliz com sua presença e sua luz!
      Gratidão! Namastê!

      Excluir

Related Posts with Thumbnails