7 de novembro de 2011

Vários caminhos, uma só Realização...


"Quando Ramakrishna diz: "É suficiente ter fé em qualquer um desses aspectos. Você acredita em Deus sem forma, está muito bem, mas jamais pense que só isso seja verdadeiro e tudo o mais falso. Lembre-se de que Deus com forma é tão verdadeiro como Deus sem forma, mas fique firme em sua convicção."

Vejo da seguinte maneira, ele aponta, inclusive foi sua experiência própria, que é possível atingir a Realização por vários caminhos.

Assim como existem inúmeros tipos de personalidades, devem existir inúmeros tipos de caminho. Nisto a Índia é pródiga com seu inúmeros deuses e caminhos. Este é um dos sentidos quando ele afirma que o deus sem forma é tão verdadeiro quanto o sem forma.

O outro mais profundo é o seguinte, o deus com forma é uma criação da cultura, da mente humana. Pergunte para um animal se ele imagina deus, com ou sem forma? É preciso uma ferramenta chamada cérebro com alto grau de sofisticação para imaginar esta abstração que chamamos de deus. Vamos além... quando ele fala tão real quanto, se o primeiro não passa de uma fantasia, o segundo, "tão real quanto", também o será!

Pois os dois ainda estão no nível dos conceito mentais. Sendo conceitos, tanto o deus com forma quanto o deus sem forma tem uma verdade apenas relativa!

A verdadeira transcendência está além de todo conceito, por mais nobre que seja.

A Consciência Impessoal para onde o Advaita aponta está bem além dos deuses com forma, e um passo além do deus sem forma. Ela é tudo que há, é energia potencial quando em estado de repouso(ou seja além de qualquer deus, pessoal ou não), é manifestação fenomênica (incluindo os deuses) quando em estado de energia ativada.

No ser humano ela se manifesta como o "Eu Sou", a capacidade de reconhecer-se como vida, como ser separado (o Eu) e ao mesmo tempo totalmente integrado (quando Realizado) a tudo que É(o Sou).

Quando da extinção do aparato corpo/mente resta apenas o Ser, que quando se faz necessário "retorna" novamente para mais experiências do "Eu Sou".

Ou seja, a Consciência, o "Deus" para onde o Advaita aponta está além de todos os conceitos e abstrações. E Isto somente pode ser compreendido através de um profundo Insight naquilo que É!"
Swami Nirav Kanan em Encontro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails