26 de outubro de 2010

Tornar-se inteiro...


"Você pode alcançar setenta anos e ainda continuará a pedir que todo mundo dê amor a você.(...)

Você é imaturo; você nunca cresceu além de sua infância.
Uma pessoa madura é alguém que mudou o padrão interno de seu ser. Ela agora está pronta para dar. Recebeu bastante do mundo, agora está pronta para dar. O crescimento significa que você começa a amadurecer, o crescimento significa que começa a abandonar seus padrões da infância. E essa é a mudança básica que tem que acontecer.

É muito raro encontrar uma pessoa madura; as pessoas estão todas pedindo e pedindo, elas são apenas bocas. Ninguém está pronto para dar. É por isso que há tanta miséria no mundo - todos são mendigos que imploram um ao outro. Ninguém está pronto para dar, ninguém tem qualquer coisa para dar.

Por favor, primeiro comece a crescer, comece a se tornar um pouco mais maduro. E depois, de atingir certa maturidade, você verá que é capaz de dar. Mas então, não há o dever de dar; não é que você está sendo amável com alguém. Na realidade, você não pode deixar de dar. Você tem de se esvaziar, caso contrário se torna um fardo.

Você diz: " Eu quero desfrutar ambas partes de mim - a parte de crescimento e de melhoria, e a parte de amor humano e de compartilhar".

Comece crescendo e o compartilhar se seguirá.

Você ainda não é uma pessoa inteira. Ainda não. Isso é o que você está procurando. Você é fragmentária, você é muitas pessoas - não uma.

Você não é inteira. No dia em que se tornar inteira se tornará sagrada também.(...)

As religiões ensinam a nunca se tornar inteiro: negue o corpo. Então como você pode se tornar inteiro? Negue isto, negue aquilo, renuncie a isto, renuncie àquilo. Então como pode se tornar inteiro? Só com uma aceitação total a inteireza é possível.

Eu acredito na vida como ela é em sua totalidade.
Do sexo à super consciência, do corpo até a alma, do mais inferior até o mais superior, tudo tem de ser absorvido. Nada tem de ser rejeitado, nada. Então você ficará inteiro.(...)

As pessoas amam o conflito. Ou ela têm de lutar com outros ou começam a lutar consigo mesmas, ou elas têm de criar miséria para os outros ou criam miséria para si mesmas.
As pessoas são torturadoras - ou elas têm de ser assassinas ou se tornam suicidas. Evite ambos.

Apaixone-se pela vida.
Nada está errado - o errado não pode acontecer, o errado não pode existir, porque é somente Deus que existe.
Vindo de Deus tudo é bom."
Osho em A Revolução, conversas sobre Kabir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails