7 de agosto de 2012

Além das perguntas da mente - Mooji


"Participante: Minha pergunta é sobre o eterno PORQUE? Porque algumas vezes pareço que estou confortável comigo mesma, com meu corpo e porque ás vezes minha mente sempre teima em ficar falando: você deveria fazer isso, aquilo?

Mooji: Porque você escuta tudo isso?
De onde vem toda essa fala? Quem está escutando tudo isso?
A mente é seu patrão? ( risos!)

Deixe tudo isso de lado...mergulhe e sinta...

Se pergunte: Quem está aqui? Quem está acordado percebendo aquilo que você chama de mente? Quando você acorda, quem desperta primeiro, você ou aquilo que você chama de mente?
Quando a luz da consciência está acessível, quem desperta primeiro, você ou a mente, ou ambos? No primeiro flash de consciência não existe nenhum "eu" envolvido; e você também não consegue ver esta luz indo embora...

Participante: Existem momentos em que eu não consigo ser eu mesma...
Mooji: Isto não faz sentido...( risos!) É necessária alguma ação para você ser você mesma? Ou seja, é difícil ser você mesma? ( risos!)

Participante: Eu compreendo...( risos! ) estou treinando bem isso ... ( risos!)
Mooji: Claro que você está brincado...(risos!)

Aquilo que É aqui e agora não necessita de nenhum esforço, nenhum esforço mesmo!
Não é algo que será...ou que foi alguma vez...

Aquilo que você É, não depende de nada, é absolutamente presente...a mais pura verdade neste momento...sem nenhum esforço...
Tudo o mais necessita de esforço para ser feito, mas Isto que É, não necessita de coisa alguma...

Como posso ser eu mesmo? Isto não pode ser explicado, nem falado...

Esta pergunta emerge do profundo, mas quem está consciente desta pergunta? A própria consciência está percebendo esta pergunta. E esta percepção pela consciência não depende de nenhum esforço.
Porque você deveria ser alguma coisa? Você já É!

O que eu sou? Como isso pode ser descrito? Basta que escute a si mesmo, e admita alguma coisa... Quero ver vocês admitirem alguma coisa...
Ok Mooji, Ok, Ok, Ok!! ( risos!!)
EU SOU ISTO!!! ( risos!!)
Ou vocês ainda vão ficar: Não...não sei ..eu... ( risos!!)

Aquilo que tira o seu fôlego, aquilo que ainda duvida não é você...aquilo que fica em suspense, não é você...aquilo que diz: não compreendo...isso ainda não é você.

Tudo isso é percebido, bem de perto, imediatamente, sem nenhum esforço, indiscutível.. não nasce, nem morre.. e nenhum desses conceitos pode definir...
"Aquilo" está acima de qualquer definição e permanece completamente vazio...só o amor pode senti-lo...
O amor dá silencio ao silencio... e espaço ao espaço...

Aquilo que você É, dispensa qualquer definição...se tentar definir, perdeu...
Com toda energia que está presente, ela me mostra que o verdadeiro VOCÊ não pode ser visto...(...)

Ouse mesmo que seja por um momento, viver aquilo que não morre, mesmo por um momento...viver intensamente...todas as intenções, sonhos, aspirações...apenas sendo, sendo você mesma...
Participante: É uma sensação muito agradável...

Mooji: Bem vindo ao Reino do Infinito, onde nenhum esforço sequer pode tocá-lo. Nada pode ser acrescentado, ou retirado; Esta é a gradeza do Ser.
No seu esforço por tentar compreende-lo, você simplesmente o perde..
Encontrá-lo é simplesmente dissolver-se em Si mesmo..."
Mooji em Satsang

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails