30 de dezembro de 2014

Alan Watts - Ensinamentos


-O Zen é uma libertação do tempo. Se abrirmos nossos olhos e vermos claramente, torna-se óbvio que não há nenhum outro momento além deste instante, e que o passado e o futuro são abstrações da mente, sem qualquer realidade concreta.

-Nós raramente percebemos, por exemplo, que os nossos pensamentos mais íntimos e emoções, não são realmente nossos. Por que pensamos em termos de linguagens e imagens que nós não inventamos, mas que foram nos dadas por nossa sociedade.

-Ter fé é como estar na água. Quando você nada você não se agarra na água,
porque se você fizer isso você vai afundar e se afogar. Em vez disso você relaxa e daí, flutua.

-Tentar definir a si mesmo, é como tentar morder seus próprios dentes.


-Quanto mais uma coisa tende a ser permanente, mais ela tende a ser sem vida.

-O sentido da vida é apenas estar vivo. É tão óbvio e tão simples. E, no entanto, todo mundo corre em torno de sentido com um grande pânico, como se fosse necessário conseguir alguma coisa além de si mesmos.

- O desejo de segurança e o sentimento de insegurança são a mesma coisa. Prender a respiração é perder o fôlego. Uma sociedade baseada na busca por segurança nada mais é que um concurso de quem prende mais a respiração - onde todo mundo é tão tenso como um tambor, e tão roxo como uma beterraba.

-Um sacerdote me disse uma vez , que a religião estará morta se um dia os sacerdotes rirem uns para os outros no altar. Eu sempre ri nos altares, seja ele cristão, hindu ou budista, porque a verdadeira religião é a transformação da ansiedade numa grande gargalhada.

-Se você pegar um frasco de tinta e jogar em uma parede, ele estoura e toda a tinta se espalha! No meio, a tinta é mais densa, não é? Nas extremidades, as pequenas gotas são mais tênues, e criam padrões mais complicados, você consegue visualizar? Assim, da mesma forma, houve um big-bang no início das coisas e tudo se espalhou.

Você e eu, sentados aqui nesta sala, como seres humanos complexos, estamos muito distantes da margem desta explosão; nós somos os pequenos 'padrões complicados' lá no final dessa imensa explosão inicial. Isso é muito interessante. Mas então, nós nos definimos como sendo apenas isso que está aqui.. e acreditamos que perdemos a conexão com aquele momento.
Se você se considera como sendo apenas o que está dentro de sua pele, saiba que você é bem mais que isso, você está bem na borda dessa grande explosão. 
Muito distante no espaço e no tempo, há bilhões de anos atrás, você era o Big-bang, mas agora você é um ser humano complexo.
E então nós nos distanciamos, e não sentimos que ainda somos o Big-bang. Mas nós ainda somos. 
Você não é alguma espécie de fantoche no final do processo. Você ainda é o processo! Você é o big-bang, a força original do universo, acontecendo...

Quando eu te encontrar, eu não ver como que você se define como Senhor tal ou Senhora tal, eu vejo cada um de vocês como a energia primordial do universo, que vem até mim dessa forma particular. 
Eu sei que eu sou isso também. Mas nós aprendemos a nos definir como separados de tudo isso. "
Alan Watts Quotes from Elephant Journal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails