14 de abril de 2014

Quando você é o próprio Amor - Nisargadatta


"Participante : Qual é o seu estado no momento presente?

Maharaj: Um estado de não-experimentação. E nesse estado, toda experiência está incluída.

Participante: Você pode entrar na mente e no coração de outro ser e compartilhar sua experiência?

Maharaj: Não. Tais coisas requerem treinamento especial. Sou como um comerciante de trigo. Sei pouco sobre pães e bolos. Posso mesmo não conhecer o gosto de uma papa de trigo. Mas sobre o grão de trigo sei tudo e o sei bem.

Eu conheço a fonte de toda experiência. Mas as inumeráveis formas particulares que a experiência pode tomar eu não conheço. Nem tenho necessidade de conhecer.

De momento a momento, o pouco que necessito saber para viver minha vida, de algum modo, acontece que o sei.

Participante: Sua particular existência e minha existência particular, existem ambas na mente de Brahma?

Maharaj: O universal não é consciente do particular. A existência como uma pessoa é um assunto pessoal. Uma pessoa existe no tempo e no espaço, tem nome e forma, início e fim. O universal inclui todas as pessoas e o absoluto é a raiz de tudo e está além de tudo.

Participante: Não estou interessado na totalidade. Minha consciência pessoal e sua consciência pessoal, qual o elo entre as duas?

Maharaj: Qual pode ser o elo entre dois sonhadores?

Participante: Podem sonhar um com o outro.

Maharaj: Isto é o que as pessoas estão fazendo. Todos imaginam os "outros" e buscam ligação com eles. O buscador é o elo, não há nenhum outro.

Participante: Seguramente deve haver algo em comum entre os muitos pontos de consciência que nós somos.

Maharaj: Onde estão os muitos pontos? Em sua própria mente. Você insiste que o mundo é independente de sua mente.
Como pode sê-lo? Seu desejo de conhecer a mente de outras pessoas deve-se ao desconhecimento de sua própria mente. Em primeiro lugar conheça sua própria mente e descobrirá que a questão de outras mentes não surgirá de forma alguma porque não existem outras pessoas. Você é o fator comum, a única ligação entre as mentes. Ser é consciência; "eu-sou" aplica-se a todos.(...)

Participante: Se meu mundo é meramente um sonho e você é uma parte dele, o que você pode fazer por mim? Se o sonho não é real, se não tem ser nenhum, como pode a realidade afetá-lo?

Maharaj: Enquanto dura, o sonho tem um ser temporário. É seu desejo de apegar-se a ele que cria o problema. Deixe-o ir. Pare de imaginar que o sonho é seu.(...)

Participante: Há sentimentos no sonho que parecem reais e duradouros. Desaparecem no despertar?
Maharaj: No sonho, você ama uns e não ama outros. Ao acordar o, você descobre que é o próprio amor que a tudo abraça. (...) 

Amar em liberdade é amar a tudo e a todos.

Participante: As pessoas vêm e vão. Ama-se quem se encontra, não se pode amar a todos.

Maharaj: Quando você é o próprio amor, você está além do tempo e dos números. Amando um você ama a todos, ama cada um. Um e todos não são incompatíveis."
Nisargadatta Maharaj em Eu Sou Aquilo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails