30 de abril de 2014

Compartilhar de Si - Osho


"Um grande passo em direção ao amor é o compartilhar.

Compartilhe tudo que você tem...não envenene o teu coração...
Compartilhe sua vida....

Qualquer coisa que esteja em você, compartilhe, não guarde.

Sua sabedoria... Compartilhe. Sua prece, seu amor, sua felicidade, compartilhe. Se não encontrar ninguém, compartilhe com os cães, com as rochas, com o mar, com a natureza, mas compartilhe.

O importante é dar...

Quando você priva as pessoas de qualquer coisa em seu próprio benefício você envenena o coração. Toda acumulação é venenosa.

Se você compartilhar, seu organismo ficará livre de venenos.E quando você der não se importe se há resposta ou não.Nem mesmo espere por um obrigado.

Sinta-se grato à pessoa que permitiu que você compartilhasse alguma coisa com ela. Não faça o contrário. Não espere a resposta, dizendo a si mesmo, lá no fundo, que ela deveria se sentir agradecida porque você compartilhou algo com ela. 
Não, não faça assim.

Sinta-se, você, agradecido porque ela esteve disponível para ouvi-lo, para compartilhar alguma energia com você... Porque ela esteve disponível para ouvir sua canção...Porque ela esteve disponível para você.

Compartilhar é uma das virtudes mais espirituais, uma das maiores virtudes espirituais."
Osho em Todos os Dias

***

Vivemos em um mundo, onde o acumular, o guardar para si, o atropelar o outro é a regra. Chegar primeiro, envenenar as relações para tirar proveito da situação... é isso que vemos em qualquer dimensão da sociedade em que vivemos.
Quando ouvimos o amado Osho nos apontar uma beleza dessas, a de que o Importante é dar... num primeiro momento ficamos assustados porque isso é "contra" tudo o que vivenciamos no nosso dia a dia. Chega a ser infantil, dirão alguns.
Mas essa verdade é libertação. É uma metanóia, uma mudança radical de direção. 
Viver e aplicar conscientemente esta verdade em nossas vidas é ser original. No sentido mais pleno da palavra. Ser origem, fundamento, essência. Sermos nós mesmos. Puros, generosos, mão aberta, coração transbordando...como é a natureza, como é o amor...

Compartilhar de Si, no fundo não exige esforço algum, é um pleno relaxamento, um deixar ir... respirar o instante e ser junto com ele, ser o instante e tudo o que acontece é pleno, é perfeito... é Total...

A generosidade não exige nada de nós, pelo contrário, reter, guardar, esconder, isso sim exige um esforço tremendo e além disso nos trás mais e mais a sensação de desconfiança e de isolamento.
O amor relaxa, se entrega, confia, deixa ser...
Não pede nada, pois é pleno em Si mesmo.
E compartilhar é a sua mais sublime canção...
Amor
Amidha Prem 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails