2 de abril de 2014

A Liberdade une - Nisargadatta


"Seriedade não é o fruto da dedicação. É uma expressão de uma mudança interna de interesse, para longe do falso, no não-essencial, do pessoal.

Quando você se senta silenciosamente e observa a si mesmo, todo o tipo de coisas vem à superfície. Não faça nada sobre elas, não reaja a elas; assim como elas vieram elas irão, por si mesmas. Tudo o que importa é a atenção total, a Ciência total de si mesmo, ou melhor, da própria mente.

Você é como uma criança com um pirulito na boca. Você pode se sentir feliz por alguns momentos por estar totalmente auto-centrado, mas basta dar uma boa olhada no rosto das pessoas para perceber a universalidade do sofrimento. Mesmo a sua própria felicidade é tão vulnerável e de curta duração, à mercê de uma falência bancária, ou de uma úlcera. É apenas um momento de alívio, um mero intervalo entre dois sofrimentos. A verdadeira felicidade não é vulnerável, porque não depende das circunstâncias.

Você não sabe o que você é e por isso imagina ser o que você não é. Esse é o motivo dos desejos, medos e da atividade febril para escapar dessa incógnita. 
Uma vez que você tenha compreendido que o mundo está cheio de sofrimentos, que nascer é uma calamidade, você encontrará a urgência e a energia para ir além. O prazer o adormece e a dor o acorda. Se você não quer sofrer, não durma. Você não pode conhecer a si mesmo somente através da bem-aventurança, pois a bem-aventurança é a sua própria natureza. Você tem de encarar o oposto, o que você não é, para encontrar a iluminação.

Quando eu olho através da mente, eu vejo inúmeras pessoas. Quando eu olho além da mente, eu vejo a testemunha. Além da testemunha, há a infinita
intensidade do vazio e do silêncio.

O que eu pareço ser para você existe apenas na sua mente. Eu sou um sonho que pode lhe acordar. Você terá a prova disso no momento em que despertar.

Pode haver progresso na preparação. A Realização é súbita. O fruto amadurece devagar, mas cai repentinamente, e sem retorno.

A liberdade une. A união liberta.

A partir do momento que você conhece o seu ser Real, você não tem mais medo de nada. A morte dá poder e liberdade. Para ser livre no mundo, você deve morrer para o mundo. Então o universo é seu, se torna seu corpo, uma expressão e uma ferramenta. A felicidade de ser absolutamente livre está além de qualquer descrição."
Nisargadatta Maharaj em I am That

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails