Iluminação ou Mukti - Sri Bhagavan

"Mukti poderia ser definida de várias maneiras. 
A definição geral que dou de Mukti é a libertação dos sentidos.
Agora, quando você vê algo, você não vê sem a interferência da mente.

Se você puder ver sem a interferência da mente, isso é Mukti.


Se puder ouvir sem a interferência da mente, isso é Mukti. O mesmo se aplica ao olfato, tato, inclusive ao próprio pensamento.

Mesmo o pensamento pode ser observado sem a interferência do julgamento da mente. É possível observar os pensamentos sem se envolver com eles.

O que acontece é que você pensa que está pensando, mas de fato, é possível ver os pensamentos fluirem independentes de você. Isso é a realidade física. De fato, podemos ver os pensamentos.

Qualquer tipo de pensamento pode chegar e sair de você, e você pode apenas observá-lo. Então, é este o estado de Mukti. Quer dizer, a completa liberação dos sentidos do controle da mente.

Somente este estado do Ser vive de fato.
Sempre que a mente tenha controle, você não está vivendo. 
Quando a mente não está no controle, então você está vivendo.

É por isso que quando as pessoas me perguntam qual é o propósito da vida? Minha resposta é: Se você estivesse vivendo, você não me faria esta pergunta. O propósito da vida é Viver.
O que significa isso? Viver a vida dos sentidos. Os sentidos devem ser independentes e livres do julgo da mente.
O que está acontecendo agora com você, é que você não está experimentando a realidade. A realidade para você é aquilo que flui pelos sentidos. Mas se ficar todo o tempo interpretando a realidade, e qualquer informação que chega.. por exemplo você olha uma árvore e interpreta é uma árvore grande, verde, de fruta, isto e aquilo... todo o tempo há comentários são acrescidos pela mente; Quando você se senta para comer, está preocupado com o trabalho, família, isto ou aquilo, ou comentas sobre a comida mesmo, isso mostra que a comida não está sendo experimentada.

É por isso que tenho dito que se experimentar a realidade tal como ela é, então somente aí a está verdadeiramente experimentando. E verá que a criação inteira é perfeita, que a maravilhosa, e que já estás no paraíso aqui mesmo. Que o que tens feito é convertido este paraíso em um inferno.

É possível liberar os sentidos das amarras dos pensamentos. O pensamento só é necessário quando se necessita de outra forma. De outro modo, qual a necessidade que o pensamento interfira na experiência em si? Nenhuma.

Por isso que, quando os sentidos se libertam do controle dos pensamentos da mente, então dizemos que se descobre a felicidade incondicional, amor incondicional e tão grande essa felicidade que sentirá que estás conectado com todos. Você descobre o amor verdadeiro. 
Esta felicidade verdadeira e o amor incondicionado não são coisas separadas, são uma e a mesma. E este é um acontecimento natural. É isso que estamos "projetados" para ser. Isso é o que o ser humano deveria experimentar todo o tempo.
Quando não experimentamos isto, sua vida se torna miserável, e para escapar dessa miséria se criam vários caminhos de fuga, pelos quais estão escapando todo o tempo de sua própria miséria; e a miséria é por que não estão experimentando a realidade pura e simplesmente, experimentando diretamente. Dai que recorrem as drogas, álcool, sexo e outras fugas. Porque de outra forma sua vida se torna sem sentido.

Então, a intenção desde movimento é ajudar a experimentar a realidade tal como ela é, e quando ela acontece, você descobre o amor incondicional, a alegria incondicional. Você se sente conectado com tudo e todos, não se sente um indivíduo separado. 
Você já não vive para si mesmo somente, porque te tornas o Todo, vives pelo bem da humanidade.
Isto não é um conceito ou algo mágico, esta é uma realidade do dia a dia.

Uma vez que te iluminas ou te tornes Mukta,e milhões de pessoas já tem alcançado este estado, há inclusive aqui algumas pessoas que estão nesse estado."
Sri Bhagavan em Satsang

Comentários

  1. Lilian, realmente são tantos pensamentos que temos que a vida as vezes fica uma loucura, sei que cada dia aprendo um pouco, procuro direcionar na respiração e me aquietar, não sei se o caminho é esse mais estou caminhando, beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris minha querida, o truque é observar...observe a respiração, observe as emoções, observe os pensamentos..deixe os pensamentos passarem..você é a consciência pura que permanece sempre no silencio e na paz...esta consciência não passa, essa consiência é a própria luz...
      Bjão prá ti!

      Excluir
  2. Muito verdadeiro este texto, Sri Bhagavan nos indicada que somente o estado de Ser existe de fato.
    Obrigado por compartir.
    bjs.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Textos mais lidos da semana