5 de novembro de 2010

Sobre a Existência...


"A Existência é totalmente imparcial.

Se você projetar ódio, tristeza, ela não terá outra saída a não ser refletir isto.

O espelho da Existência não é como aqueles espelhos dos parques de diversão que distorcem a imagem refletida. O espelho da Existência é mais puro e cristalino que o espelho do telescópio Hubble. Ele reflete exatamente aquilo que encontra em sua frente.

Neste sentido a Existência é imparcial. Mas por outro lado ela é totalmente parcial também!
Pois ela devolve exatamente aquilo que o indivíduo projeta.

Você pergunta se a Existência é amorosa? Se você quiser que ela seja amorosa então torne-se um devoto!!
Se você estiver temeroso, a Existência lhe mostrará vários motivos para ter medo. Se você for amoroso então até na mais "temerosa" das situações você vai encontrar por trás, escondido, o fio do Amor! Os caminhos são basicamente dois.

Ou você começa desenvolvendo o Amor e termina na Consciência.
Ou você desenvolve a Consciência e termina no Amor.

O meu caso em particular foi o segundo. Neste caso específico você nunca trabalha diretamente com o Amor.
O Amor acontece junto com o desenvolver da Consciência. E este efeito somente fica estável no final.
O Amor seria o efeito de uma Consciência pura, uma Consciência sem condicionamentos, uma Consciência sem temor!

Querido amigo, não tente ser um devoto! Somente relaxe em sua busca.
Medite sem expectativas de atingir a Iluminação ou de ser um devoto cheio de Amor. Simplesmente relaxe em sua simplicidade, em sua ordinariedade.
Investigue mais e mais fundo as origens do temor. Mergulhe no temor. Seja o temor. Trema com este temor.
E então, depois de você ter se transformado totalmente neste temor, você poderá me responder: como próprio temor pode temer algo?
A única coisa que o temor poderia temer seria a ele mesmo. O próprio temor!
E quando este momento chega, do temor temer a si mesmo ele automaticamente transforma-se em Amor.

A alquimia completa-se.
Então um Devoto nasce!
Diálogos com Swami Nirav Kanan

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails