12 de julho de 2010

Azul do Mar...


O mar é de um azul profundo,
Que nos invade,
Que atinge nossos olhos, almas, coração,
E que nos toca como um doce e longo beijo de amor…

Pássaro esvoaçando,
Que nos abrem as asas,
Como se nos abraçassem.
Como se quisessem nos dizer algo.
Dizer que o mundo é belo, muito belo...

Abrir o coração à vastidão do universo,
E lembrar que somos infinitos.
Não se deixar amordaçar,
Não se esconder, não se restringir.
Abrir a alma e deixar o sol tomá-la por inteiro,
Soltar o corpo, e amar, amar e amar...

Encontrando no azul profundo do mar,
O que pensávamos ter perdido:
A essência do divino que cada um comporta.
Deixar brotar a alegria da criança que somos, eternamente...

E encontrá-la no canto dos pássaros,
No coração dos apaixonados,
Nas esperanças dos que vivem soltos…
E deixar-se rejuvenescer,
Deixar invadir,
Deixar ser amada, para sempre amada e amar...

Porque sim, porque se pode…
Contemplar o pôr-do-sol,
Deixar-se inundar pelo azul do mar,
Afogar-se no pó das estrelas,
Ser um com o Universo Azul e de todas as cores...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails