3 de fevereiro de 2013

Amor não se explica...

Amor sublime, não se explica
como as imensas dimensões
desse viver...

Amor não responde
nem pergunta,
Amor toca, acaricia
e se desmancha
dissolve,
numa areia de praia,
deserta...

Onda beijando a praia
Se desfaz a si mesma,
e mostra uma face sempre nova
na radiância de
de tanto ser
Amor...

Amor não pede
nem obriga,
Ser eu mesma
e você,
Se faz poente
e carnaval,
Se faz busca e encontro
Se faz prece 
e solidão...

Amor é liberdade do Ser
chora sem motivo
acalenta o olhar, 
é beijo
abraço
e dor..

Amor se desmancha
em canções
passos
e saudade,
é luz radiante
e meia noite,
rastros sem dono
suspiros,
toques,
e climas...

Amor cria paisagens eternas 
na alma,
que não se desmancham
nem desbotam...
Amor nos faz escravos
e senhores,
temos tanto a dar
e recebemos...

Acalma e encoraja
anima e rompe
livre, se transforma
e transformando, cria...

Amor é sempre presente
Tudo que vive é
Amor..
Viver é a dança do Amor
sempre presente,
se fazendo
de "eu"
e "você"...




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails