13 de fevereiro de 2012

Seja verdadeiro...


"Faça tudo que você gosta de fazer, mas pense — você está realmente fazendo isso, ou é sua mãe ou seu pai fazendo-o através de você?

Porque homens mortos, pais mortos, sociedades, velhas gerações que já se foram há muito tempo ainda estão funcionando dentro de você. Eles criaram tantos condicionamentos que você continua satisfazendo-os — e eles estiveram satisfazendo seus pais e mães mortos, e você está satisfazendo seus pais e mães mortos, e ninguém está
satisfeito.

Observe sempre quando você faz algo, se seu pai está fazendo-o através de você ou você mesmo está fazendo-o.

Quando você fica zangado, é sua raiva ou é a maneira que seu pai costumava ficar zangado? Você está só imitando.

Tenho visto padrões sendo continuamente repetidos. Se você se casar, seu casamento vai ser aproximadamente o mesmo do seu pai e da sua mãe. Você irá agir como seu pai, sua esposa irá agir como a mãe dela e vocês estarão criando a mesma confusão de novo.

Quando você ficar zangado, observe: você está lá ou é outra pessoa? Quando você amar, lembre-se, você está lá ou é outra pessoa? Quando você falar, lembre-se, você está falando ou o seu professor?

Abandone todas as falsidades. Você pode sentir uma certa tristeza por algum tempo porque todas as suas falsidades serão abandonadas e o eu verdadeiro levará um tempo pra chegar e se estabelecer. Haverá um intervalo de tempo. Permita esse período e não tenha receio, não fique assustado.

Cedo ou tarde seus falsos eus desaparecerão, suas máscaras desaparecerão, e sua face real se tornará o seu Ser."
Osho, em The Book of Secrets

Nem nos damos conta de quantos condicionamentos trazemos em nós. São comportamentos tão incorporados, tão próximos que já são tidos como nossos, quando na realidade nunca foram.
A auto percepção, a auto conscientização profunda e atenciosa, nos leva a descobrir todos aqueles comportamentos que tomamos emprestado e passamos a repetir, repetir, repetir ao longo de nossas vidas; falas, conceitos, pré-conceitos, enfim...uma infinidade de aspectos adquiridos que escondem na verdade a nossa essência, a nossa natureza primordial, o Ser, como nos mostra o amado Osho nesse texto.
Investigue-se com amor, e verá que sua essência é simples, bela , amorosa e conectada com tudo e todos á volta...sua essência é o Ser Unidade...
Amor
Lilian

2 comentários:

  1. Lindo!! Por isso adoro passear por este espaço, sempre recebo palavras de luz e sabedoria!!
    Tenha uma semana encantada!!!
    Beijos no coração!♥
    Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijos no coração Mari querida!!! Obrigada por sua luz!!! Tenha uma semana linda também!! <3

      Excluir

Related Posts with Thumbnails