27 de junho de 2010

Sem sentido...


"Sua mente está sempre perguntando: "Por quê? Para quê?" E qualquer coisa que não tenha resposta para a pergunta "para quê" aos poucos passa a não ter valor para você.

E assim que o amor passou a não ter valor.
Para que serve o amor? Aonde ele leva você?
O que se pode conseguir com ele? Ele vai levá-lo a algum tipo de utopia, a algum paraíso?
É claro que, pensando assim, o amor não tem qualquer sentido.
Ele é sem sentido.
Qual é o sentido da beleza? Você contempla o pôr-do-sol e fica maravilhado.
É tão lindo... Mas um idiota qualquer pode vir e perguntar: "Qual o sentido disso tudo?" E você fica sem resposta.

Se não existe sentido algum, então por que fazer tanto alarde sobre a beleza?
Uma flor, um quadro, uma música ou uma poesia bonita — eles não têm qualquer sentido. Não são argumentos para se provar nada nem são meios para se atingir um fim. E viver consiste somente nessas coisas que não têm sentido algum.

Deixe-me repetir: viver consiste somente nessas coisas que não têm absolutamente sentido, que não têm algum, de não o fazer ganhar nada com elas.
Em outras palavras, viver é significativo por si mesmo significado algum — significado no sentido de não ter objetivo, de não levar você a lugar nenhum."
Osho em Faça seu Coração Vibrar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails